O Barreiras Notícias, Mural do Oeste e ZDA se solidarizam com o jornalista Carlos Alberto Sampaio, de "O Expresso".

Vereador Cabo Carlos (PMDB)
O Barreiras Notícias, Mural do Oeste e ZDA se solidarizam com o jornalista Carlos Alberto Sampaio, editor do Jornal e do Blog O Expresso de Luís Eduardo Magalhães. Não podemos aceitar que políticos de mentalidade atrasada, coronelista e ditatorial, tentem intimidar a imprensa.  Fazemos nosso o texto a seguir do jornalista Fernando Machado, que, também, repudia a tentativa de intimidação da imprensa. Dizia o escritor Vitor Hugo: "A imprensa é o terror dos corruptos, e é por ela que a nação respira":
O jornalista Carlos Alberto Reis Sampaio, editor do jornal e blog O Expresso, descreve que o presidente da câmara de vereadores de Luís Eduardo Magalhães, Domingos Carlos Alves (PMDB), compareceu nesta segunda-feira (18/jun) perante o juiz da Vara Criminal da Comarca da cidade, para formalizar acusação, como vítima, de infâmia, calunia e difamação contra o escriba. O juiz Claudemir da Silva Pereira, titular da Vara Crime, acolheu a denúncia.
“O Vereador deu assim mais uma prova cabal de seu alto espírito público e democrático, zelando pela sua honra e pela preservação da imagem do Legislativo, em detrimento da liberdade de imprensa e de informação prevista na Carta Magna da Nação.
O objetivo principal do presidente da câmara é calar a boca deste Jornalista, por força de ações judiciais. Denunciamos no último ano sua gestão por gastos desnecessários com aquisição de carros (veja matéria aqui), custeio da casa, obras caras, aquisição de móveis caros e cursos de formação, além de consultorias. Denunciamos também que o Vereador tenha faltado com parte da verdade, ao afirmar em entrevista a um jornal da cidade, que a Câmara tenha recebido apenas 4,5% de duodécimo do Executivo, quando na verdade utiliza 7% da arrecadação tributária do Município, conforme informa a matéria publicada, com base em subsídios fornecidos pelo Tribunal de Contas dos Municípios. (veja matéria aqui).
Lamentável apenas que Domingos Carlos Alves não tenha confirmado, perante o Juiz, que se referia a este jornalista quando falou, em programa da Rádio Mundial, de “um blogueiro ignorante e analfabeto”. Não teve a necessária hombridade. Veja matéria aqui.
O Vereador perdeu também, ontem, oportunidade de demonstrar toda a sua probidade quando levou para a audiência uma funcionária da Câmara para assisti-lo na condição de advogada. Se tivesse levado também um recibo de honorários advocatícios, com o número do cheque pessoal com que deveria pagar a advogada, ninguém teria suscitado a dúvida de sua probidade, que pairou no ar como um colibri.
Recomenda-se ao Vereador, também, que proponha a mudança da denominação e sigla do Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB – agremiação à qual pertence. Ou troque de partido. Afinal uma agremiação que lutou durante anos contra a censura à imprensa e liderou os movimentos libertários que conduziram este País à redemocratização não deveria ter em suas hostes elementos que agora defendam a mordaça à imprensa”, desabafa o experiente jornalista.
- Fato com este não pode e nem deve ser desmerecido pela imprensa do Oeste que, apesar de toda dificuldade e das constantes ameaças, presta relevante papel à região. Temos que nos orgulhar e, sobretudo, valorizar o trabalho de escribas como Sampaio, que muito tem nos ensinado. “Sampa”, para os amigos, faz parte de uma talentosa lista de jornalistas gaúchos, a exemplo de Elmar Bones da Costa, que sofre impiedosa perseguição por parte da família do ex-governador Germano Rigotto, por ter denunciado o maior esquema de corrupção da história do Rio Grande Sul, como conta o jornalista Luiz Cláudio Cunha, no artigo “Como calar e intimidar a imprensa”, publicado no portal Observatório da Imprensa – (leia aqui). Temos, todos nós comunicadores, que estar atentos a eventos como este, que atentam não somente contra à liberdade de expressão, mas sim contra a democracia. O ZDA se solidariza com O Expresso e repudia o ranço típico de ditadores do vereador Cabos Carlos. (Fernando Machado/ZDA)