JUSTIÇA OBRIGA ANVISA A LIBERAR REMÉDIO COM COMPONENTE DE MACONHA

Uma mineira pode ser a primeira paciente do Brasil a conseguir a importação de remédio à base de THC, que é o principal componente ativo da maconha. Juliana de Paolinelli Novaes, de 35 anos, teve a autorização para comprar o Savitex em decisão do Tribunal de Justiça de Minas que obrigou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a autorizar a compra. 


O medicamento servirá para o tratamento de dores crônicas e espasmos causados por um problema na coluna. Juliana participa do documentário "Dor", dirigido por Tarso Araujo e Raphael Erichsen e disponível no YouTube (clique aqui). O Savitex já teve aprovação de 11 países. 

De acordo com a Folha, coluna de Mônica Bergamo, a Anvisa disse que ainda não foi notificada da decisão que dá o direito de importar o medicamento e disse que é o primeiro caso de pedido de THC. 

O órgão afirmou também que o pedido pode ser feito sem medida judicial, como também ocorre com o canabidiol. "É difícil na prática. Empresas se recusam a importar, alegando a proibição do composto", conta a estudante. 
JUSTIÇA OBRIGA ANVISA A LIBERAR REMÉDIO COM COMPONENTE DE MACONHA JUSTIÇA OBRIGA ANVISA A LIBERAR REMÉDIO COM COMPONENTE DE MACONHA Reviewed by Barreiras Notícias on quarta-feira, agosto 27, 2014 Rating: 5

Postagem em destaque

ACABE COM A INADIMPLÊNCIA DA SUA EMPRESA