Morte de Cristiano Araújo completa 1 ano

  
Nesta sexta-feira (24), Dia de São João, há exatamente um ano, um nome artístico viraria a principal manchete de todos os noticiários, tanto jornalísticos quando os de entretenimento: Cristiano Araújo. No alto de seus 29 anos, viu sua carreira como cantor sertanejo em ascensão ser precocemente interrompida por um grave acidente de carro na rodovia BR-153, entre as cidades de Goiatuba e Morrinhos, em Goiás, que vitimou sua vida e da namorada, Allana Moraes, de 19 anos.
Pai de dois filhos, Cristiano Araújo estava em processo de divulgação daquele que seria, então, seu último disco em vida, oIn The Cities - Ao Vivo em Cuiabá. No dia do acidente, inclusive, ele tinha show marcado no Pátio do Forró, em Caruaru. Seria a segunda passagem por Pernambuco em menos de um mês após se apresentar na edição de 2015 do São João da Capitá, do Classic Hall, em Olinda.

A comoção em torno da perda do artista acabou dividindo opiniões. Para os fãs de sertanejo universitário, a morte de Cristiano Araújo foi algo irreparável para o gênero, que, com quatro discos, emplacou sucessos como Efeitos, Você Mudou,Maus Bocados, Cê Que Sabe e Hoje Eu Tô Terrível. Para a grande maioria, no entanto, muitos vieram ter ciência de seu nome a partir do dia da tragédia. A cobertura em cima do fato e a explicação de quem era ele ainda rendeu meses em todos os veículos de comunicação.

E mesmo após um ano de partida, o nome de Cristiano Araújo permanece vivo no showbiz nacional. Segundo o Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição), órgão que regula a música e direitos autorais nas mais diversas plataformas no Brasil, o single Maus Bocados foi a segunda música mais executada no país em 2015. O disco In The Cities ainda figura entre os 100 mais baixados do iTunes Brasil.

Nesta semana, o fotógrafo Flaney Gonzallez lança o livro Onze Mil Horas - Um Fotógrafo em Turnê com Cristiano Araújo. Em 400 páginas, o profissional revela, em textos e fotos, algumas intimidades do artista. Entre elas, uma das maiores frustrações do cantor: Não conseguir se apresentar novamente no Domingão do Faustão, da Rede Globo, após ter participado do quadroGaragem do Faustão, que revela novos artistas. Cristiano morreu sem saber que a participação estava sendo negociada para um mês depois do fatídico acidente.

Lembranças
O JC falou com alguns cantores sertanejos para expressarem o que este um ano sem Cristiano Araújo representa para eles. Marrone, da dupla Bruno & Marrone, disse que tinha uma relação bem próxima com o cantor: "O que mudou foi o vazio mesmo que ele deixou, eu lembro dele muitas vezes, a gente era amigo, ele me mostrava os seus trabalhos, mandava as novidades e eu fazia o mesmo. Acho que a gente passou a ter mais cuidado, mais atenção, mas continuamos unidos e lembrando dele com saudades", declarou.

A cantora Paula Fernandes, que se apresenta em Carpina nesta quinta (23), também se pronunciou sobre Araújo: "Cristiano tinha uma alegria cativante e isso vai continuar sendo lembrado. Ele tinha muitas qualidades, que fazem falta para a música sertaneja, mas ele era mais que apenas um artista talentoso, era uma ótima pessoa", afirmou.

A dupla Hugo & Tiago faz questão de lembrar Cristiano nos shows até hoje. "Nós cantamos uma música e colocamos a foto dele no nosso painel. A galera se emociona, todo mundo canta junto. A gente sempre faz questão de homenagear esse menino porque foi uma perda muito grande", disse Tiago. Juntos, eles gravaram a canção Som do Coração. "Amamos a forma como ele conduziu sua carreira e tratava todos ao seu lado, com humildade e carinho. Isso mesmo depois de se tornar um ídolo pra todos nós", encerrou Hugo, que contou que quase fez uma dupla com ele antes da fama, pois cantaram juntos algumas vezes nos bares de Goiânia quando eram mais jovens.
Morte de Cristiano Araújo completa 1 ano Morte de Cristiano Araújo completa 1 ano Reviewed by CM on sábado, junho 25, 2016 Rating: 5