Barreiras: Agência onde funcionário foi preso a explosivos volta a funcionar

A agência bancária onde, na quarta-feira (13), um funcionário foi amarrado a explosivos, no município de Barreiras, região oeste da Bahia, voltou a funcionar nesta sexta-feira (15). A informação foi confirmada pela central de relacionamento do Banco Santander. Depois de ficar isolada durante quase toda a quarta, a agência não abriu as portas na quinta-feira (14).
Exames de raio-x feitos no material amarrado à cintura do tesoureiro do banco comprovaram que o artefato era um explosivo tradicionalmente usado em detonação de caixas.
"Se tratava de emulsão explosiva, comumente o explosivo que é usado na explosão de caixas eletrônicos. É o mesmo explosivo que eles [bandidos] estão usando atualmente", relata o comandante do grupamento anti-bomba do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), Claudijam dos Santos, que coordenou a retirada do artefato da vítima e também a detonação do explosivo.
Policiais do Bope desarmaram explosivo que estava preso a bancário em Barreiras, na Bahia (Foto: Polícia Militar / Divulgação) 
Policiais do Bope desarmaram explosivo
que estava preso a bancário em Barreiras
(Foto: Polícia Militar / Divulgação)
Conforme o comandante Claudijam dos Santos, não havia risco do explosivo detonar apenas com o movimento da vítima. Entretanto, isso só foi descoberto após os exames de raio-x, que foram feitos quando os artefatos ainda estavam presos ao tesoureiro.
"Até o raio-x registrar que não havia esse risco, a gente trata sempre a ocorrência com esse risco iminente", afirmou.
Os explosivos foram retirados do corpo do funcionário na noite de quarta-feira (13). O bancário ficou mais de 20 horas com os artefatos presos ao corpo. O material foi detonado pelo esquadrão anti-bomba na noite de quarta-feira, na Praça Castro Alves, em Barreiras. O rapaz saiu da agência com apoio do Samu e foi levado para o Hospital do Oeste. Ele não teve ferimentos.

A ação
As emulsões explosivas foram amarradas à cintura dele por bandidos quando estava em casa na noite de terça-feira (12). A mãe do rapaz também foi rendida pelos bandidos na residência.
Policiais do Bope desarmaram explosivo que estava preso a bancário em Barreiras, na Bahia (Foto: Polícia Militar / Divulgação) 
Bancário ficou mais de 20 horas com explosivos
no corpo (Foto: Polícia Militar / Divulgação)
 
Na manhã de quarta-feira, por volta de 7h30, o funcionário foi levado pelos criminosos ao banco já com os explosivos presos ao corpo para fazer a retirada de dinheiro.
De dentro da agência, o bancário conseguiu acionar a polícia e os suspeitos fugiram. A vítima só saiu do banco por volta de 18h, cerca de 30 minutos depois dos artefatos terem sido retirados do corpo dele pelo esquadrão anti-bomba. A mãe dele foi liberada sem ferimentos no decorrer do dia.
A quadrilha envolvida no crime está foragida.

Caso
De acordo com o delegado Joaquim Rodrigues de Oliveira, o tesoureiro relatou que foi abordado pelos criminosos na casa onde mora, na noite de terça-feira (12).
Segundo o delegado, com base no relato da vítima, quatro homens ainda não identificados teriam participado da ação. A polícia não soube informar como os suspeitos chegaram até a residência.
Ainda conforme o delegado Joaquim Rodrigues, já na manhã de quarta-feira, os bandidos amarraram o explosivo na cintura do funcionário e o obrigaram a ir até a agência bancária onde trabalha para fazer a retirada de dinheiro.
"Os criminosos foram com ele, mas não entraram no banco. Deram um celular para que ele [a vítima] pudesse ficar se comunicando com os suspeitos, que passavam as coordenadas. Dentro da agência bancária, no entanto, o funcionário acionou o alarme, a agência foi fechada e ele chamou a polícia. Os bandidos, então, fugiram sem levar nada", disse o delegado.
Policiais do Bope desarmaram explosivo que estava preso a bancário em Barreiras, na Bahia (Foto: Polícia Militar / Divulgação) 
Vítima recebeu atendimento médico ainda dentro da
agência bancária (Foto: Polícia Militar / Divulgação)

Por volta das 9h, policiais militares e civis chegaram ao local e realizaram um cerco nas ruas que dão acesso a agência, mas nenhum suspeito foi localizado. Enquanto estava com o artefato amarrado à cintura, o funcionário evitava se movimentar devido ao risco de explosão, conforme a polícia.
Segundo Joaquim Rodrigues, a mãe do funcionário, que estava com um dos criminosos foi liberada por volta das 11h numa estrada de terra na zona rural de Barreiras.
Em nota, o banco Santander, do qual o tesoureiro é funcionário, informou que está colaborando com as investigações policias. O banco divulgou, ainda, que está prestando toda a assistência ao funcionário e à família.
Policiais do Bope desarmaram explosivo que estava preso a bancário em Barreiras, na Bahia (Foto: Polícia Militar / Divulgação)Explosivos foram amarrados ao corpo do bancário em Barreiras (Foto: Polícia Militar / Divulgação)
Policiais do Bope desarmaram explosivo que estava preso a bancário em Barreiras, na Bahia (Foto: Polícia Militar / Divulgação)Policiais do Bope saíram de Salvador para desativar explosivos em banco de Barreiras (Foto: Polícia Militar / Divulgação)Policiais do Bope desarmaram explosivo que estava preso a bancário em Barreiras, na Bahia (Foto: Polícia Militar / Divulgação)Policiais analisam explosivos em equipamento (Foto: Polícia Militar / Divulgação)
Bancário ficou mais de 20 horas com explosivos amarrados ao corpo em Barreiras, na Bahia (Foto: Polícia Militar / Divulgação)Bancário ficou mais de 20 horas com explosivos amarrados ao corpo em Barreiras, na Bahia (Foto: Reprodução / TV Bahia)
Bancário deixou a agência em maca do Samu em Barreiras, oeste baiano (Foto: Reprodução/ TV Bahia)Bancário deixou a agência em maca do Samu em Barreiras, oeste baiano (Foto: Reprodução/ TV Bahia)
Bancário deixou a agência em maca do Samu em Barreiras, oeste baiano (Foto: Reprodução/ TV Bahia)Bancário deixa agência em Barreiras após ter explosivos retirados do corpo em Barreiras (Foto: Reprodução/ TV Bahia)
Barreiras: Agência onde funcionário foi preso a explosivos volta a funcionar Barreiras: Agência onde funcionário foi preso a explosivos volta a funcionar Reviewed by CM on sexta-feira, julho 15, 2016 Rating: 5