Mãe diz que professora cortou língua de criança como castigo em creche


A mãe de um menino de 4 anos que estuda em uma escola particular do bairro de Dom Avelar, em Salvador, acusa a professora do garoto de ter cortado a língua dele como castigo. A dona de casa Joátila Bispo disse ao G1, nesta segunda-feira (18), que a suposta agressão aconteceu na terça-feira (13), após o menino ter mostrado a língua para a professora.

A mãe afirma que, inicialmente, o menino contou à irmã e a uma tia que se machucou ao bater a cabeça em uma mesa. Depois, a criança teria mudado a versão e revelado que foi a professora que o agrediu.
Joátila Bispo registrou queixa na Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Contra Criança e Adolescente (Derca) na terça e prestou depoimento à polícia no domingo. O G1 tentou contato com a creche onde teria ocorrido a agressão, mas uma funcionária disse que, por enquanto, não iria comentar o caso. 

Investigação
Segundo a delegada da Derca, Ana Cricia Macêdo, a delegada plantonista Cintia Ilmara, que não foi localizada na delegacia nesta segunda, é a responsável pela investigação do caso. A polícia ainda apura as causas da lesão, e a professora não havia sido ouvida até esta segunda-feira.

"Ele [menino] disse que deu língua a ela e ela cortou a língua dele. Ela [professora] também teria ferido ele na orelha, apertando a orelha com a unha", afirma a mãe.
Joátila Bispo afirma que não estava em casa no dia da agressão. A irmã mais velha do garoto foi buscá-lo na escola, quando o garoto mostrou a lesão na língua e contou que tinha batido a cabeça na mesa.
Ao chegar em casa, o menino contou a mesma versão à tia, irmã da mãe. "Minha irmã achou estranho e foi atrás da professora. Ela [professora] falou que não sabia de nada", afirma a dona de casa.
Joátila diz que o menino foi levado pela tia para uma unidade de emergência em São Marcos, onde uma médica orientou a encaminhar a criança para um hospital, porque o corte era profundo.

Uniforme
Joátila conta que então levou o menino para o Hospital Geral do Estado (HGE), onde ele passou por uma pequena cirurgia, levou três pontos e foi liberado. A criança também fez exame de corpo de delito no Departamento de Polícia Técnica (DPT), segundo a dona de casa.
A mãe também acusa a professora de ter trocado o uniforme da criança, que pode ter ficado sujo de sangue, a fim de ocultar a agressão. "Trocaram o uniforme dele, com certeza. Porque deve ter melado de sangue. O tamanho é diferente, é maior", diz Joátila.
A dona de casa afirma que a professora constrangeu a criança para que ela não contasse à família sobre a agressão. "Ela meteu medo no menino", afirma. A mãe disse que o garoto não vai à escola desde o dia do ocorrido. "Ele ficou traumatizado, não quer mais ir."
Mãe diz que professora cortou língua de criança como castigo em creche Mãe diz que professora cortou língua de criança como castigo em creche Reviewed by CM on terça-feira, julho 19, 2016 Rating: 5