Como seremos no ano 3000?

Ninguém sabe o que o futuro nos reserva, mas os evolucionista fazem previsões curiosas, que quase fazem lembrar um livro de ficção científica, conta a BBC. Daqui a mil anos, a raça humana vai ter o seu apogeu, antes de começar a entrar em declínio. O culpado é a dependência que se vai gerar em torno das novas tecnologias, revela um estudo da London School of Economics.
No ano 3000 vamos ser «gigantes», com quase dois metros de altura e uma esperança de vida que se estende até aos 120 anos. 
As boas notícias não acabam aqui. Os homens vão ter pénis maiores, um porte mais atlético e estrutura óssea mais simétrica. As mulheres vão ficar com seios mais arrebitados e sem nenhum pêlo no corpo. 
No pico da evolução, por volta do ano 10.000, vamos ser traídos pela tecnologia, que nos vai fazer entrar em declínio. Por nos termos habituado a que as máquinas façam tudo por nós, vamos perder faculdades importantes como a capacidade de comunicar verbalmente ou transmitir emoções. 
O sistema imunitário também vai ser afectado pela obsessão com os medicamentos e limpeza, o que vai tornar o ser humano muito mais vulnerável a doenças. No ano 100.000 as raças vão fundir-se numa só. 
Vamos ser tão esquisitos com os parceiros sexuais que escolhemos, que a raça humana vai acabar por se dividir em duas raças. A primeira, «de elite» vai ter pessoas altas, saudáveis e inteligentes. A outra raça vai ser constituída por pessoas baixas, feias e intelectualmente limitadas.
Como seremos no ano 3000? Como seremos no ano 3000? Reviewed by CM on segunda-feira, agosto 29, 2016 Rating: 5