'Criamos país em que ser esperto é melhor do que ser bom', Critica Barroso

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso criticou a cultura da corrupção estabelecida no Brasil. Durante o encontro ‘Democracia, corrupção e justiça’,
em uma universidade de Brasília, o ministro destacou que “tragicamente criamos um país em que o crime compensa”. “Criamos um país em que ser esperto é melhor do que ser bom. 

No Brasil de hoje, uma grande empresa que tenha funcionário capaz de reduzir custos na realização de uma obra é menos valorizado do que o funcionário que tem acesso ao administrador público que paga qualquer preço”, acrescentou Barroso. 

O ministro defendeu que a atuação da justiça não é a ferramenta mais importante para que um país se desenvolva, seja justo e ético, mas a educação, a distribuição justa de riquezas e um debate de qualidade.

 “Precisamos de um direito penal moderado, respeitador, mas capaz de combater. (...) Temos chance de mudar o Brasil dentro da legalidade democrática e não devemos desperdiçar”, continuou Barroso. 

O ministro lembrou ainda que a solução não está “no aeroporto”, em referência à decisão de brasileiros em mudar de país por causa da corrupção. “Eu, que já fui e já voltei, posso afirmar que ninguém é feliz longe de onde tem o coração”, concluiu. Bahia Notícias
'Criamos país em que ser esperto é melhor do que ser bom', Critica Barroso 'Criamos país em que ser esperto é melhor do que ser bom', Critica Barroso Reviewed by CM on quarta-feira, agosto 10, 2016 Rating: 5