Polícia prende suspeito de envolvimento no assassinato de jornalista


A Polícia Civil de Goiás informou que o servidor público Douglas Ferreira de Morais, de 40 anos, foi preso na quarta-feira, 27, sob suspeita de envolvimento no assassinato do jornalista João Miranda de Carmo. De acordo com as autoridades, o homem, que é chefe da Guarda
Patrimonial da prefeitura de Santo Antônio do Descoberto (GO), “negou elo com o homicídio”. Mesmo com a negação de envolvimento na morte do comunicador, o servidor público teve a prisão preventiva decretada. Com isso, ele deverá ficar detido até o fim de agosto.

A equipe de comunicação da polícia goiana informa que o suspeito foi preso ao ser abordado na casa da mãe dele em ação comandada pelo delegado Fernando Gama, titular da Delegacia Regional de Águas Lindas (GO). Jornalista de 54 anos, João Miranda mantinha o site SAD Sem Censura, onde publicava denuncias sobre políticos, policiais e tráfico de drogas na região do interior de Goiás. O trabalho investigativo do profissional chegou ao fim quando ele foi morto a tiros na frente da própria casa. 

O crime aconteceu no último domingo, 24, e a polícia local chegou a divulgar que trabalha com a possibilidade de que o assassinato foi encomendado. “Conforme as investigações, Um Fiat Palio de cor vermelha foi usado pelos criminosos, que fugiram em seguida. 

O suspeito preso é apontado por uma testemunha ocular do crime como a pessoa que dirigia o carro usado no assassinato. Ele estaria com outro suspeito, que efetuou os disparos e ainda está foragido”, informa a Polícia Civil de Goiás, conforme texto divulgado no site da corporação.(SB)
Polícia prende suspeito de envolvimento no assassinato de jornalista Polícia prende suspeito de envolvimento no assassinato de jornalista Reviewed by CM on quinta-feira, agosto 04, 2016 Rating: 5