Temer tira Salvador e 18 cidades baianas de programa de investimentos em aeroportos e so deixa Barreiras e Vitória da Conquista.

O presidente interino Michel Temer (PMDB) decidiu reduzir de 270 para 53 o número de aeroportos que seriam beneficiado pelo programa de investimentos federais em aviação regional. Na Bahia, 21 cidades seriam contempladas pelo programa (relembre aqui), inclusive Salvador, mas o novo formato só mantém Vitória da Conquista e Barreiras. O pacote foi
lançado pela presidente afastada Dilma Rousseff (PT), para obras de ampliação a partir do ano que vem. O ministro de Transportes, Aviação Civil e Portos, Maurício Quintella Lessa, justificou que a cúpula do governo não viu a necessidade daquela quantidade para dar início ao programa.
"Chegamos à conclusão de que não seriam necessários 270 aeroportos para iniciar um programa realista que atenda aos Estados, à demanda e às empresas", disse à Folha. O plano de desenvolvimento da aviação regional foi lançado em dezembro de 2012, com investimento estimado na época de R$ 7,3 bilhões, mas quase nenhum projeto saiu do papel nesse período.

Quintella disse que a nova lista é "bem mais realista" e adequada à situação financeira do governo federal. Com a reformulação do programa, serão necessários R$ 2,4 bilhões para investimentos até 2020. Além dos 53 aeroportos, o governo disse que pretende criar lista com 123 unidades que poderão receber investimentos à medida que a situação econômica melhorar, ou se os Estados assumirem os projetos. 

Quintella disse também que o governo exigirá que as cidades escolhidas deverão apresentar garantias de que as leis locais preservarão as áreas no entorno dos aeroportos para que não tornem inviável no futuro o uso dos terminanis por causa de construções inadequadas. Também está em estudo uma parceria com o Sebrae para qualificação dos gestores.
Temer tira Salvador e 18 cidades baianas de programa de investimentos em aeroportos e so deixa Barreiras e Vitória da Conquista. Temer tira Salvador e 18 cidades baianas de programa de investimentos em aeroportos e so deixa Barreiras e Vitória da Conquista. Reviewed by CM on sexta-feira, agosto 26, 2016 Rating: 5