Administrador perde 31 kg após risco de infarto e medo de depressão: 'Feliz'

Durante cinco anos de sua vida, a obesidade nunca havia sido um problema para o administrador Tiago Estevão Silva, de 29 anos. Morador de Itumbiara, no sul de Goiás, ele tinha uma rotina de sedentarismo e refeições supercalóricas que o fizeram chegar aos 111 kg. O sinal de alerta, no entanto, só acendeu quando os problemas começaram a surgir, principalmente o risco de um infarto e de se tornar depressivo. Foi a senha para entrar na linha e perder 31 kg em 1 ano e 4 meses. Com 80 kg, ele destaca: "Hoje estou feliz".

Quando ainda vivia em Uberaba (MG), em maio do ano passado, problemas de saúde fizeram-no mudar sua vida de cabeça para baixo. O recado veio do próprio cardiologista. "Tive dois casos de aumento de pressão e um de diminuição em pouco tempo. O meu médico disse: 'ou você começa a fazer uma dieta e se cuidar ou vai ter um problema de coração aos 40 anos'", lembra.

Aquilo foi um choque para ele. Aliado a isso, Tiago também pesou o fato de estar desanimado e sem autoestima. Diz que se sentia incomodado ao ir a uma loja e não conseguir encontrar roupas do seu tamanho. A vida sentimental também se tornou um problema.
"Comecei a ficar meio depressivo porque não tinha motivação. Criava algumas situações na minha cabeça. Por exemplo, quando ia a uma festa e não ficava com nenhuma garota, sempre achava que era por causa do meu peso", revela.



Mudança radical
Foi dentro desse panorama que Tiago decidiu mudar. As massas e lanches em redes fast foods foram abolidos, bem como os quase 2 litros de refrigerantes diários. Ele também abandonou o cigarro - seu companheiro de 14 anos -, o açúcar e restringiu ao máximo o consumo de bebidas alcoólicas.

A primeira medida foi procurar um nutricionista e entrar na academia. "Hoje malho seis vezes por semana com treinos de 2h30. No domingo, corre entre 10 e 15 quilômetros. Tenho uma dieta controlada com alimentos saudáveis e suplementação. Meu índice de massa corporal era de 42% atualmente está em 14%", diz, orgulhoso.

Ele ainda não está satisfeito. Sem o peso que tanto o incomodava antes, ele agora quer tonificar ainda mais os músculos. Solteiro, confessa que as baladas agora são mais animadas com a autoestima "lá em cima". Fora tudo isso, ainda se tornou exemplo.
"Hoje é só coisa boa. A mudança motiva muito a gente. Eu dormia mal e acordava sempre cansado. Agora está tudo controlado. Muitas pessoas veem minha história nas redes sociais e me apoiam, dizem que eu as inspiro", salienta.
Administrador perde 31 kg após risco de infarto e medo de depressão: 'Feliz' Administrador perde 31 kg após risco de infarto e medo de depressão: 'Feliz' Reviewed by CM on segunda-feira, setembro 26, 2016 Rating: 5