Bebê carregado por chileno em saco de lixo na Bahia é registrado

Uma semana após ser encontrado, o bebê que foi encontrado em um saco de lixo levado por um chileno em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, registrado nesta quinta-feira (21), no cartório de registro civil da cidade. Conforme o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), o menino ganhou o nome de João Victor.

O bebê está sob responsabilidade da Vara da Infância e da Juventude de Lauro de Freitas e permanece em uma casa de acolhimento, mas deve ser encaminhado para outra instituição que não foi definida, por enquanto.

O chileno José Luís Plaza Galeno, de 54 anos, que foi flagrado com João Victor em um saco de lixo foi solto e, conforme a delegada Elaine Laranjeira, titular da 27ª Delegacia, e que investiga o caso, está em uma clínica psiquiátrica na capital baiana. Segundo a polícia, o homem tem transtornos mentais e era procurado pela família. Parentes dele já foram foram localizados e devem viajar para Salvador.
À polícia, o estrangeiro disse que encontrou a criança em uma lixeira. Antes, o chileno chegou a afirmar que foram os pais que entregaram o bebê a ele, que ainda estava com o cordão umbilical. No entanto, depois de ser levado para a delegacia ele insistiu na versão de que localizou a criança no lixo.
Segundo a delegada, ainda não há pistas dos pais da criança. A polícia pede que quem tiver informações sobre os possíveis pais do bebê entre em contato com a 27ª Delegacia por meio dos telefones 71 3116-1615 e 3116-1609.
Caso
Um estrangeiro foi preso com um bebê recém-nascido dentro de um saco de lixo, em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, no dia 15 de setembro. Ele foi agredido por populares e preso por policiais militares, que o levaram para a 27ª Delegacia.

A criança, que ainda estava com o cordão umbilical, segundo a polícia, foi levada para a maternidade Albert Sabin, em Salvador, onde recebeu cuidados médicos e teve alta na  segunda-feira (19).

À polícia, o estrangeiro, que é chileno, disse inicialmente que os pais da criança entregaram o bebê a ele, mas depois mudou a versão e informou que achou o bebê em uma lixeira.
De acordo com a delegada Elaine Laranjeira, da 27ª Delegacia, onde o estrangeiro ficou preso, José Luís Plaza Galego, tem passagem pela polícia no Rio de Janeiro por injúria qualificada, que é quando há ofensa a alguém, normalmente por conta da raça ou etnia. Na ocasião do crime, ele foi enquadrado no artigo 140, parágrafo 3º, informou a delegada.

O chileno teve a prisão relaxada e foi solto após audiência realizada na terça-feira (20). Segundo informações da defensora pública que acompanha o caso, Amabel Mota, não ficou comprovado que José Luís Plaza Galego tenha alguma relação com o abandono da criança e nem que ele tenha tentado fazer nenhum mal ao bebê.

De acordo com a juiza que fez a audiência, Antônia Marina Faleiros, da 1ª Vara Criminal de Lauro de Freitas, José Luís Plaza tem sérios problemas mentais e era procurado pela família, que mora no Chile.

Segundo a magistrada, o homem entrou no Brasil legalmente em 2014 e os parentes perderam o contato com ele. O Consulado do Chile, que tem sede em Salvador, segundo ela, está acompanhando o caso. A polícia afirmou que a situação atual do chileno no Brasil é ilegal, mas não foram passados detalhes.
Do G1 BA
Bebê carregado por chileno em saco de lixo na Bahia é registrado Bebê carregado por chileno em saco de lixo na Bahia é registrado Reviewed by CM on sexta-feira, setembro 23, 2016 Rating: 5