Homem confessa ter envenenado achocolatado que matou criança

Adônis José Negri, de 61 anos, confessou ter envenenado o achocolatado consumido por uma criança de 2 anos na cidade de Cuiabá. O relato foi feito durante depoimento na Delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (Deddica) de Mato Grosso, nesta quinta-feira, 1º.
Os laudos da perícia confirmaram que a morte do menino foi provocada pela ingestão de um
veneno de rato. Outras unidades encontradas na casa da família da vítima também estavam contaminadas.

Um outro envolvido indiretamente na morte do garoto também foi preso na Deddica. Deuel de Rezende Soares, de 27 anos, foi preso por furtar a bebida da casa de Adônis e vender o produto envenenado para o pai do menino.

Em seu depoimento à polícia, Adônis disse que envenenou os produtos com o veneno de ratos para matar os animais. Entretanto, Deuel afirmou ter encontrado os achocolatados na geladeira, contradizendo a versão de Adônis.

Segundo a polícia, Deuel era um ladrão conhecido na cidade por roubos e furtos e frequentemente invadia a residência de Adônis para roubar diversos produtos alimentares. Cansado desses furtos, Adônis tentou se vingar de Deuel, que não nenhum dos achocolados, mas os vendeu para os pais da vítima. 
 
Autuados
Adônis foi autuado por homicídio qualificado com emprego de veneno, além de homicídio tentado já que existe um amigo da família do menino que ainda está internado em unidade hospitalar após também ingerir a bebida.
Já Deuel vai responder por furto qualificado e será conduzido pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), de Cuiabá.

Homem confessa ter envenenado achocolatado que matou criança Homem confessa ter envenenado achocolatado que matou criança Reviewed by CM on quinta-feira, setembro 01, 2016 Rating: 5