Polícia desarticula quadrilha e prende 12 pessoas

Um dos líderes de uma organização criminosa do bairro da Cidade Nova, em  Salvador,  e com atuação em mais quatro cidades do Estado morreu em troca de tiros com  policiais civis no município de Simões Filho. O grupo é investigado pelas práticas de tráfico de drogas e homicídios.

Segundo a polícia, Oton Carlos de Aquino de Jesus, 32 anos, o Goiaba, estava escondido em uma casa alugada e foi baleado  em confronto com os policiais, após resistir à  prisão,  na última sexta, 2, durante diligências da Operação Max. Duzentos e quarenta policiais civis  participaram da operação.
"Goiaba era um dos principais líderes da organização. Era ele quem ordenava as ações  mais violentas", afirmou o  diretor do Departamento de Homicídios (DHPP),  delegado José Bezerra Júnior, que coordenou as investigações. 
 Treze mandados de prisão temporária foram cumpridos pelos policiais. As diligências ocorreram  nos bairros da Cidade Nova, Pau Miúdo, Liberdade e Paripe e nas cidades de Mata de São João, Jiquiriçá e Salinas das Margaridas, além de Simões Filho.
Goiava era considerado pela polícia um dos principais líderes da organização e morreu na sexta (Foto: Edilson Lima | Ag. A TARDE)

Entre os mandados cumpridos está o de dois homens que também desempenham papel de liderança no grupo, ainda de acordo com o delegado José Bezerra Júnior. Um deles é Gilvanci Souza Reis, 27, que já estava no sistema prisional e é apontado como o mandante de uma série de ações criminosas. O outro é Paulo Júlio de Almeida Neto, 33 anos, o Netinho, preso na cidade de Jiquiriçá. 

"Já foram identificadas algumas vítimas [da quadrilha]. Outras estão sendo investigadas. Era uma guerra pelos pontos de tráfico", afirmou a delegada Pilly Dantas, da  3ª Delegacia de Homicídios (DH/ BTS). Pelo menos, nove homicídios são atribuídos ao grupo nos últimos 3 anos.
A polícia investiga se a quadrilha é responsável por 11 assassinatos motivados pela disputa por pontos de venda de drogas na região do bairro da Cidade Nova. Segundo o delegado Jamal Amad, coordenador da 3ª DH, as ações violentas naquela região aumentaram nos últimos três meses em decorrência da busca pela expansão territorial da quadrilha.
"Eles já estariam em prática de outros homicídios nessa semana", afirmou Amad. Ele informou ainda que o grupo agia com intimidação e violência com a população local.
 
Netinho preso
Netinho gerenciava um foco da facção e era responsável pelo controle e distribuição das drogas, segundo a polícia. A companheira dele, Géssica Santana de Souza, 25, foi presa em flagrante por posse de drogas e em cumprimento a um mandado de prisão temporária. "Não tenho nada a ver com isso", disse ele.
Os policiais apreenderam quatro pistolas, dois revólveres, um simulacro de pistola e uma arma de ar comprimido. Além disso, foram apreendidas quantidades de maconha, crack e cocaína, além de material para refino e distribuição das drogas com diversos integrantes do grupo.

Polícia desarticula quadrilha e prende 12 pessoas  Polícia desarticula quadrilha e prende 12 pessoas Reviewed by CM on terça-feira, setembro 06, 2016 Rating: 5