Chile autoriza venda de medicamento à base de maconha

O Chile permitiu pela primeira vez a comercialização de um medicamento produzido com maconha. A venda da erva é proibida no país, mas o tema é alvo de um projeto de lei que está sendo debatido pelo Congresso chileno.
"Pela primeira vez foi aprovado pelo Instituto de Saúde Pública (ISP) chileno o registro de um medicamento fabricado à base de cannabis, o qual poderá ser distribuído e utilizado no Chile", indicou um comunicado do ISP divulgado nesta quinta-feira (14) em sua página na Internet.

O remédio em questão é o Sativex, droga utilizada para tratar a esclerose múltipla e controlar os espasmos musculares associados. Ele terá um custo aproximado de 1.500 dólares e será comercializado regularmente em farmácias. "O registro sanitário do Sativex foi aprovado já que ele cumpre todos os requisitos regulamentares de qualidade e já demonstrou sua segurança e eficácia para a indicação solicitada", declarou Alex Figueroa, diretor do ISP, no comunicado. 
O medicamento será importado e distribuído por um laboratório que apresentou em março a documentação ao ISP para obter a permissão de venda, que será efetuada mediante receita retida e com controle de estoque.
Chile autoriza venda de medicamento à base de maconha Chile autoriza venda de medicamento à base de maconha Reviewed by CM on sábado, outubro 15, 2016 Rating: 5