Dentista realiza sonho de criança que queria sorrir 'igual aos coleguinhas'

Um garotinho de 6 anos emocionou a equipe de um posto médico do município de Guajeru, no sudoeste da Bahia, ao se levantar de uma cadeira de assistência odontológica e começar a chorar. Ele não reclamava de dor, nem de medo dos equipamentos que costumam assustar crianças de qualquer idade. As lágrimas celebravam a realização de um sonho: "ter os dentes iguais aos dos coleguinhas".

A história do pequeno Ryan Coutinho foi compartilhada ao G1 por Amanda Mattos, de 25 anos, dentista responsável por devolver o sorriso ao menino que mora na zona rural de um município com pouco mais de oito mil habitantes. Ela conheceu o garoto há dois anos durante uma ação social em uma escola da localidade.
"Vi que Ryan não tinha os dentinhos da arcada superior e outros da inferior. Pedi que a professora procurasse a mãe e pedisse que o levasse até o posto, para que pudéssemos descobrir o que aconteceu e iniciar um tratamento", relata a dentista.

À época, a mãe do garotinho até foi ao posto de saúde. Entretanto, segundo Amanda Mattos, optou por não tentar um tratamento. Ela relatou que o filho perdeu os dentes aos três anos após um possível processo de cárie precoce. Ainda abalada, considerou que submetê-lo ao atendimento o faria reviver um trauma que também entristeceu a família.

Anos após, coincidentemente, a mãe da criança começou a trabalhar no posto de saúde como auxiliar de limpeza. Nesse período, o pequeno Ryan Coutinho sentiu uma dor em um dos dentes restantes da arcada inferior e precisou de assistência odontológica. Estava ali uma nova oportunidade de convencer a mãe a permitir um tratamento de reabilitação que permitisse que o garotinho voltasse a sorrir.
Colocamos a prótese. Ele sorriu para mim, levantou da cadeira e depois começou a chorar. Todos nós choramos juntos.
Amanda Mattos,
dentista
A mãe topou. Por meio de radiografia, a dentista percebeu que o menino tinha perdido os dentes de leite. Ela também identificou que ele apresentava um problema na arcada dentária que não possibilitaria mais o nascimento de muitos dos dentes perdidos. A prótese seria a saída necessária para recuperar o sorriso de Ryan.

A mãe não teria dinheiro para pagar o tratamento. O posto de saúde não oferece serviço de prótese dentária. Foi nesse contexto que Amanda Mattos decidiu ofertar o serviço de forma gratuita para criança. Ela já estava envolvida com a história do menino. Sabia que na escola ele se mantinha reservado, justamente pela vergonha de sorrir. "Tenho uma clínica particular em uma outra cidade. Trazia os materiais para cá e fui construindo a prótese", relatou.

No dia 14 de outubro deste ano, enfim, ela conseguiu realizar o sonho de Ryan, que hoje tem seis anos. "Colocamos a prótese. Ele sorriu para mim, levantou da cadeira e depois começou a chorar. Todos nós choramos juntos. Foi muito emocionante", relata. 
No dia do procedimento, a dentista contou a história em sua página em uma rede social. Desde então, foram mais de 230 mil curtidas e 44 mil compartilhamentos. Amanda Mattos destaca que o tratamento com o pequeno será mantido. Como o passar do tempo, a prótese precisará de adaptações, que serão feitas com o mesmo comprometimento. "Sei que estou devolvendo mais do que os dentinhos dele", emociona-se.

Henrique MendesDo G1 BA

Dentista realiza sonho de criança que queria sorrir 'igual aos coleguinhas' Dentista realiza sonho de criança que queria sorrir 'igual aos coleguinhas' Reviewed by CM on sexta-feira, outubro 21, 2016 Rating: 5