Homem acusado de matar pastora e prima é condenado a 30 anos de prisão


O homem acusado de matar a pastora Marcilene Oliveira Sampaio e a prima dela, Ana Cristina Santos Sampaio, em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, foi condenado a 30 anos de prisão em regime fechado. O julgamento de Adriano Silva Santos
aconteceu nesta quarta-feira, 19, e a decisão do júri foi lida por volta das 21h30. 

O crime ocorreu em janeiro deste ano e, de acordo com a polícia, Adriano Santos e outro suspeito Fábio de Jesus Santos mataram as mulheres a mando do pastor Edimar Brito. Ele teria ordenado o crime por vingança, porque a pastora e o marido dela decidirem sair da igreja de Edimar para fundar um novo templo evangélico, que estava atraindo muitos fiéis. 

O marido de Marcilene, o pastor Carlos Eduardo, também foi alvo da ação, mas conseguiu escapar. Ele contou para a polícia que o Edimar participou da ação para matar sua mulher e a prima dela. As vítimas foram mortas a pedradas. O pastor Edimar e o outro suspeito Fábio de Jesus foram presos, mas serão julgados separadamente. (ATarde)
Homem acusado de matar pastora e prima é condenado a 30 anos de prisão Homem acusado de matar pastora e prima é condenado a 30 anos de prisão Reviewed by CM on quinta-feira, outubro 20, 2016 Rating: 5