Mulher passa mal após golpe do “falso sequestro” da filha, em LEM

Uma moradora de Luís Eduardo Magalhães passou mal e foi parar na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) após receber um telefonema informando que a filha estava em poder de criminosos. A ligação de falso sequestro aconteceu na manhã do último sábado, dia 22, por volt das 09h.
A vítima identificada como Maria Aparecida, mais conhecida como Cida, revelou que estava
no seu local de trabalho, quando foi surpreendida por uma ligação de número privado. Devido a insistência ele resolveu atender e do outro lado da linha uma pessoa disse que estava em poder da sua filha que sofre de insuficiência renal e faz tratamento de diálise peritonial.
Desesperada e emocionalmente abalada, Maria Aparecida chegou a falar com uma pessoa que se passou por sua filha e chorando muito pedia que ela atendesse as exigências, pois caso contrário iria morrer. O criminoso pediu um resgate de R$ 5 mil reais e ao responder que não tinha esse valor a vítima foi ameaçada e xingada pelo bandido. Durante negociação o valor foi reduzido para mil reais.
Sem conseguir pensar em outra solução, Cida foi até agência bancária falando com o sequestrador e efetuou a retirada do dinheiro. Na saída do banco uma pessoa que percebeu a aflição acompanhou pegou celular conversou com o criminoso que desligou a ligação. Mais calma eles foram até uma loja e ligaram para a filha de Cida que estava em segurança e tudo não passava de trote.
A mulher foi atendida na UPA no domingo, dia 23, medicada e liberada. Especialistas em segurança recomendam que nesses casos é importante que a vítima registre o caso em uma delegacia de polícia, com as informações que recebeu na ligação e o número do telefone que ficou nos registros do aparelho. Casos como este, são classificados como crime de extorsão.

Fonte: Reportagem de Jonivaldo Barbosa, o JB
Mulher passa mal após golpe do “falso sequestro” da filha, em LEM Mulher passa mal após golpe do “falso sequestro” da filha, em LEM Reviewed by CM on terça-feira, outubro 25, 2016 Rating: 5