Ônibus será pago com cartão de crédito

A Mastercard começou a implantar no Brasil um sistema que fornece aos usuários do transporte público novas formas de pagamento das tarifas. Ainda em fase de teste, a tecnologia permite que brasileiros utilizem ônibus e metrôs pagando a passagem por meio dos cartões de crédito, débito, pré-pago e pelo celular.
Tudo sem a necessidade de digitar senhas. O novo serviço deve instaurado em Salvador até o fim de 2017, quando a nova modalidade estará presente em todas as capitais. Tais formas de pagamentos são semelhantes aos bilhetes avulsos já conhecidos, onde o usuário do transporte público pode aproximar o cartão ao validador e ter a passagem liberada instantaneamente.

Diferente deste, o novo sistema que começou a ser implantado esta semana em São Paulo não traz a necessidade de ir a postos de recarga e encarar filas, tampouco o manuseio de dinheiro. “Tudo começa com a nossa visão de levar facilidade aos grandes centros urbanos. Existem vários estudos que mostram que em cidades grandes com São Paulo, Salvador, Recife e outras, o tempo que você perde é uma ineficiência que custa para a economia do país. 

Se conseguirmos agilizar a vida dos consumidores finais e reduzir o uso do dinheiro, teremos atingido nosso objetivo”, esclareceu o vice-presidente de Desenvolvimento de Aceitação, Varejo e Novos Negócios da Mastercard Brasil e Cone Sul, Alexandre Brito, em entrevista à Tribuna. 

Esse novo modelo é uma parceria da empresa americana com emissoras, operadoras de transporte, companhias de bilhetagem e adquirentes.  Atualmente, o sistema foi adotado somente em São Paulo, devendo chegar ao Rio de Janeiro ainda em outubro e na região metropolitana de Curitiba até o final de novembro. Para Salvador, assim como para as principais metrópoles do país, tal tecnologia deve ser implantada até o fim de 2017. O presidente da Transcard – gestão de bilhetagem eletrônica SalvadorCard, Nivaldo Fernantes, informou que há interesse em trazer o serviço para a capital.

A  Mastercard está trabalhando com bancos de varejo, nichos e empresas de pré-pagos para colocar um milhão de cartões no mercado nessa fase piloto do projeto. Tais cartões devem possuir contactless payment, uma tecnologia de pagamento por aproximação que poderá ser identificados por um pequeno símbolo de transmissão. Para funcionamento, o validador do terminal ou do ônibus deve possuir o símbolo da Mastercard e da tecnologia EMV (pagamento sem contato). “Uma vez que o portador tenha esse cartão, saberá que pode usá-lo no transporte. Na parte superior direita e superior esquerda do cartão terá três anteninhas indicando que aquele cartão poderá ser usado sem contato, até um limite de R$ 50”, esclareceu Alexandre Brito. 

O símbolo citado é semelhante ao do sinal do Wi-Fi. A empresa traz ainda o pagamento da tarifa através do celular, entretanto este modelo é restrito apenas para quem tem conta no Sansung Pay. Essa nova tecnologia já foi implantada em cidades Londres, Singapura e Madrid. Na capital da Inglaterra, o sistema foi adotado em junho de 2014. 

Dois anos depois, a cidade saiu de uma base de cartões contactless payment de 49 milhões para 92 milhões. “Praticamente dobrou a quantidade de cartões, porque os consumidores finais viram a vantagem e decidiram adquiri-los. Essa tecnologia já representa 30% de todo movimento diário dos trens e metrôs de Londres. Mais ou menos 1,2 milhão de transações por dia passam pela nossa tecnologia. Gerou-se uma eficiência no modal do transporte de trens e ônibus”, detalhou Brito.
Ônibus será pago com cartão de crédito Ônibus será pago com cartão de crédito Reviewed by CM on sábado, outubro 15, 2016 Rating: 5