Comentário racista que chama Michelle Obama de 'macaca' causa polêmica nos EUA

Uma publicação racista no Facebook a respeito da primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, ganhou redes sociais e a mídia no mundo inteiro e acabou resultando em uma campanha pela demissão da autora do post e pela renúncia de uma prefeita de uma pequena cidade do Estado da Virgínia Ocidental. 
Tudo começou com a publicação de Pamela Ramsey Taylor, que gerencia o Escritório de Desenvolvimento da região do Condado de Clay, na qual ela fez um comentário sobre a substituição da primeira-dama depois da eleição do republicano Donald Trump. "Será revigorante ter uma primeira-dama requintada, bonita, digna na Casa Branca. Estou cansada de ver uma macaca de salto", escreveu Taylor no Facebook. A prefeita da cidade de Clay, Beverly Whaling, respondeu ao post. "Acabei de ganhar o dia, Pam." Clay tem uma população de 491 pessoas e, de acordo com o Censo de 2010, não há afro-americanos na cidade. Na região do Condado de Clay, como um todo, mais de 98% de seus habitantes são brancos.
 Apesar da população da região ser pequena, a polêmica publicação no Facebook se espalhou pelos Estados Unidos e na imprensa internacional. E também há um abaixo-assinado com 85 mil assinaturas pedindo que Taylor seja demitida e Whaling renuncie ao cargo.





Comentário racista que chama Michelle Obama de 'macaca' causa polêmica nos EUA Comentário racista que chama Michelle Obama de 'macaca' causa polêmica nos EUA Reviewed by CM on quarta-feira, novembro 16, 2016 Rating: 5