Nova norma deixa Faculdade de Direito sem vagas suficientes

A redução do número de estudantes por turma (de 60 para 45) na Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia (Ufba) provocou confusão entre os alunos. Isso porque a medida causou a falta de vagas para que esses estudantes cursem disciplinas obrigatórias no semestre 2016.2.
Nesta segunda-feira, 21, durante a segunda oportunidade para o reajuste da matrícula, vários deles enfrentaram dificuldades para conseguir vaga.

É o exemplo da estudante Laís Nanda Pereira, 24, que aguardava na fila para tentar se inscrever em uma matéria obrigatória do 10º semestre. “Tem poucas vagas para a quantidade de estudantes que entram no curso. Falta estrutura”, criticou.

Já a estudante do 7º semestre Jeane Marques, 30, está preocupada com os critérios utilizados pela faculdade escolher quem ficará com as vagas. “Não é a primeira vez que isso acontece. É um absurdo, é falta de organização”, disse.

O presidente do centro acadêmico Ruy Barbosa, Rodrigo Rara, afirmou que a situação deve prejudicar pelo menos 500 alunos. A estimativa dele é que esse número de estudantes não consiga cursar matérias obrigatórias do semestre atual.

“Na disciplina de processo civil, que é obrigatória do 5º semestre, apenas 11 alunos do 5º semestre conseguiram se matricular. Os outros são alunos dessemestralizados”, exemplificou Rara.

O coordenador do curso, Francisco Bertino, reuniu alunos em frente ao Núcleo de Atendimento ao Estudante, nesta segunda, para esclarecer a situação. Segundo ele, o módulo (sala de aula) de 45 alunos atende à resolução 02/2009 do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe).

Já o diretor da faculdade, Celso Castro, garantiu que alunos nas situações citadas acima serão incluídos nas turmas ou, se for o caso, novas turmas serão criadas.

“Estamos flexibilizando, admitindo a matrícula de até 60 estudantes, desde que eles cursem disciplinas do semestre deles”, afirmou Bertino. Ele esclareceu que serão respeitados os limites previstos na grade, sendo disponibilizada seis disciplinas para o turno diurno e cinco para o noturno.

“Serão priorizados estudantes formandos, depois calouros e, por fim, aqueles que possam ser prejudicados no prazo de conclusão do curso”, explicou.
Nova norma deixa Faculdade de Direito sem vagas suficientes Nova norma deixa Faculdade de Direito sem vagas suficientes Reviewed by CM on terça-feira, novembro 22, 2016 Rating: 5