Produtores habilitados na Chamada Pública para Alimentação Escolar de São Desidério assinam contrato

30 produtores individuais e uma Cooperativa da Agricultura Familiar habilitados no processo de Chamada Pública para aquisição de produtos para a merenda escolar foram convocados na manhã de quarta, 19, no auditório da Prefeitura de São Desidério, para assinarem os contratos da Chamada Pública e conhecerem o cronograma de entrega dos produtos.

A iniciativa faz parte da parceria entre as Secretarias Municipais de Agricultura e Educação e tem como objetivo incentivar a participação de produtores da Agricultura Familiar, que oportuniza a venda de no mínimo 30% do valor total para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Cada produtor poderá vender até 20 mil reais.
A Secretária de Agricultura, Patrícia Rocha, destacou sobre o apoio aos produtores e falou da parceria. “De acordo com a Legislação do PNAE o cronograma de entrega do cardápio da alimentação escolar é feito a partir dos produtos e da quantidade que é oferecido pelo produtor. Este ano estaremos mais próximos dos produtores e acompanhando a produção por meio de um técnico agrícola que fará visitas periódicas às propriedades, para fazer um levantamento das produções e auxiliar o controle do cronograma de entrega. Vamos fortalecer a Agricultura Familiar para que até o fim do ano essa produção aumente e consigamos incluir mais produtores”.

A coordenadora do Departamento de Alimentação Escolar da Secretaria de Educação, Maria de Deus Souza, destacou sobre a entrega e qualidade dos produtos oferecidos. “Este ano, serão sete remessas entregues, sendo que a primeira deverá ser entregue de 26/04 a 24/05, atendendo 20 dias letivos cada. É importante os produtores oferecerem um produto de qualidade entregue com responsabilidade.  

Para o produtor de hortaliças, Ademilton José de Oliveira, do povoado de Samambaia, o processo de Chamada Pública da Alimentação Escolar representa um grande incentivo. “Já participo há alguns anos, e só viver da renda do que vendo na feira livre, é pouco. Essa é uma renda extra que nos valoriza e nos enche de expectativas, para continuar produzindo mais”, afirmou.

Texto: Ana Lúcia Souza
Fotos: Rodney Martins




Produtores habilitados na Chamada Pública para Alimentação Escolar de São Desidério assinam contrato Produtores habilitados na Chamada Pública para Alimentação Escolar de São Desidério assinam contrato Revisado by CM on quinta-feira, abril 20, 2017 Classificação: 5

Postagem em destaque

Pai publica foto de sua filha nas redes sociais. Quando as pessoas se apercebem desse detalhe, ficam absolutamente revoltadas!

Quem tem crianças sabe que todo o cuidado é pouco para as proteger. Basta um segundo de distração para acontecer uma verdadeira catástrofe...