YouTube muda regras e dificulta monetização de vídeos

Após 10 anos permitindo que qualquer um ganhe dinheiro com vídeos publicados, por meio do Partner Program, o YouTube anunciou que mudará suas políticas de anunciante e que canais com menos de 10 mil visualizações desde sua criação, não poderão mais monetizar com a plataforma.

As mudanças vieram após o aparecimento de uma série de anúncios de grandes empresas em vídeos considerados ofensivos e censuráveis, e fez com que mais de 250 marcas congelassem suas campanhas de anúncios do Google, que é dono no YouTube. De acordo com a companhia, a medida visa proteger os criadores de conteúdo, e desencorajar artistas de fraude e publicadores que violam as regras de seu programa de monetização.

No novo formato, quando um criador atingir o número estipulado em seu canal, o YouTube irá revisar o conteúdo para verificar se este encontra-se adequado com os requerimentos necessários, para depois, começar a gerar dinheiro. A companhia acredita ainda, que o impacto da medida será pequeno em seus criados em ascensão, e afirma que qualquer ganho gerado por pequenos publicadores até o momento não será afetado.

“Em algumas semanas iremos incluir também um processo de revisão para os novos criadores que se candidatarem ao YouTube Partner Program. Depois que o criador atingir 10 mil visualizações em seu canal, nós revisaremos suas atividades de acordo com nossas políticas. Se tudo estiver certo, vamos adicionar o canal ao programa e começaremos a oferecer anúncios em seu conteúdo. Juntas, essas regras irão ajudar a direcionar anúncios somente para os criadores que estão seguindo as regras”, escreveu a companhia em seu blog.
YouTube muda regras e dificulta monetização de vídeos YouTube muda regras e dificulta monetização de vídeos Revisado by CM on segunda-feira, abril 10, 2017 Classificação: 5

Postagem em destaque

Gbahia - Notícias da Bahia, Brasil ao Mundo