Mulher é presa suspeita de matar amante após ameaça de divulgação de vídeo íntimo

Um mulher de 30 anos foi presa, nesta sexta-feira (5), na cidade de Rio Real, a cerca de 200 km de Salvador, suspeita de matar o amante, de 45 anos. A informação foi divulgada pela Polícia Civil. De acordo com as investigações, a suspeita ateou fogo em Antônio Roque depois que ele ameaçou divulgar vídeos íntimos do casal. A mulher nega o crime.

O assassinato aconteceu no dia 11 de fevereiro. Conforme a polícia, o casal se relacionava há dois anos e a vítima não aceitava o fim da relação extraconjugal. Antônio, então, teria ameaçado a suspeita em divulgar vídeos ítimos dos dois caso ela não reatasse.

A polícia informou que, logo depois do crime, a mulher chegou a ser interrogada e também negou o crime. No entanto, segundo a polícia, a versão dada pela suspeita foi confrontada por provas colhidas no decorrer da investigação, o que levou à captura dela por força de um mandado de prisão, nesta sexta.

De acordo com a polícia, no dia do crime, a suspeita ligou para a vítima e marcou um encontro minutos antes do assassinato. A mulher foi encaminhada ao sistema prisional, onde segue à disposição da Justiça.

Mulher é presa suspeita de matar amante após ameaça de divulgação de vídeo íntimo Mulher é presa suspeita de matar amante após ameaça de divulgação de vídeo íntimo Revisado by CM on sábado, maio 06, 2017 Classificação: 5