Cancelamento de desfiles lembra profecia de Ana Paula Valadão: “Carnaval vai falir”

A decisão do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, em cortar pela metade a verba pública que seria repassada à Liga das Escolas de Samba vem gerando grande polêmica. 
Dos 24 previstos, repassará apenas 12 milhões de reais. Embora o prefeito tenha explicado que a motivo para isso é o desejo de fazer um repasse maior para as creches do município, boa parte da mídia tem protestado e feito uma ligação da medida com o fato dele ser um importante líder evangélico. Agora que a Liga Independe das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) divulgou uma nota oficial onde anunciou que não haverá desfiles das escolas do grupo especial do Rio de Janeiro no Carnaval em 2018, alguns segmentos evangélicos veem nisso um cumprimento profético. Como lembrou o Portal do Trono, em 2007 o Ministério Diante o Trono gravou “Príncipe da Paz”, seu 10º álbum, no Sambódromo da Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro. 
Diante de mais de 100 mil pessoas, uma ministração, que faz parte do DVD, Ana Paula declarou profeticamente que o carnaval era “vergonha, desonra para nossa nação”. Disse ainda: “Neste lugar, Senhor, nós declaramos que o carnaval irá falir, se enfraquecer até morrer. E o sambódromo será transformado num altar de adoração ao único Deus vivo e verdadeiro”. Não foi a primeira vez que ela decretou a “morte” do carnaval no Brasil, mas essa ocasião foi mais significativa pois ocorreu no lugar que é o símbolo maior da festa conhecida no mundo todo.
Cancelamento de desfiles lembra profecia de Ana Paula Valadão: “Carnaval vai falir” Cancelamento de desfiles lembra profecia de Ana Paula Valadão: “Carnaval vai falir” Revisado by CM on segunda-feira, junho 19, 2017 Classificação: 5

Postagem em destaque

Gbahia - Notícias da Bahia, Brasil ao Mundo