MEC coloca 21 faculdades baianas entre as piores do País; Veja lista

O Ministério da Educação (MEC) divulgou na última semana uma lista de faculdades que receberam avaliações insatisfatórias no Índice Geral de Cursos (IGC). Vinte e uma faculdades baianas apareceram no ranking. 
No total, foram 313 faculdades com parecer inepto no país. O IGC mede a qualidade do ensino nas instituições de ensino superior do país e é calculado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). O Índice é avaliado entre 1 e 5 e quem recebe as notas 1 e 2 são classificados com um mau desempenho, passível de punição, como a proibição de novos vestibulares. 

As 21 faculdades baianas são: 

Escola de Engenharia de Agrimensura, Faculdade Unime de Ciências Jurídicas, Faculdade São Tomaz de Aquino, Faculdade do Sertão, Faculdade de Ciências Gerenciais da Bahia, Faculdade Regional de Filosofia, Ciências e Letras de Candeias, Faculdade Santo Agostinho, Faculdade Apoio, Faculdade Presbiteriana Augusto Galvão, Faculdade Montenegro, Faculdades Integrais Ipitanga, Faculdade João Calvino, Faculdade de Ciências Educacionais de Capim Grosso, Instituto Superior de Educação Nossa Senhora de Lourdes, Faculdade do Nordeste da Bahia, Faculdade São Salvador, Faculdade Vasco da Gama, Faculdade do Sertão Baiano, Faculdade Evangélica de Salvador e Faculdade Zacarias de Góes. Do total, seis universidades são privadas e sem fins lucrativos.
MEC coloca 21 faculdades baianas entre as piores do País; Veja lista MEC coloca 21 faculdades baianas entre as piores do País; Veja lista Revisado by CM on sexta-feira, junho 16, 2017 Classificação: 5

Postagem em destaque

Pai publica foto de sua filha nas redes sociais. Quando as pessoas se apercebem desse detalhe, ficam absolutamente revoltadas!

Quem tem crianças sabe que todo o cuidado é pouco para as proteger. Basta um segundo de distração para acontecer uma verdadeira catástrofe...