Polícia investiga morte de bebê após denúncia de pai sobre corte suspeito no PR

A Polícia Civil do Paraná investiga a morte de um bebê depois que o pai descobriu um corte profundo do abdômen às costas do filho pouco antes de enterrá-lo. Angela Maria da Silva Gomes, de 37 anos, entrou em trabalho de parto no domingo, e os médicos do Hospital Santa Casa de Campo Mourão informaram à família que ele havia nascido sem vida.

Com a notícia, o pai da criança, Marcos Ronei Gomes, formalizou a certidão de natimorto — documento que atesta o nascimento do feto já sem vida. Mas recebeu, pouco depois, uma mensagem anônima que negava a causa natural da morte que o fez desconfiar de erro médico. Ao checar o corpo do bebê, notar um corte, que estava costurado com pontos cirúrgicos, e procurou a polícia.

— Deslocamos uma equipe, que constatou a existência do corte. Como havia indícios de que a morte não seria natural, fizemos a remoção (do corpo) para o Instituto Médico Legal para uma necrópsia — ressaltou o delegado Thiago Soares, titular da Delegacia de Goierê, cidade onde mora a família, considerada por ele "muito humilde".

Angela Maria ficou internada por dois meses na Santa Casa de Goierê por se tratar de uma gravidez de risco. Aos sete meses de gestação, ela entrou em trabalho de parto e foi transferida para a unidade de Campo Mourão, cidade cuja delegacia assumiu a investigação.

A diretoria da Santa Casa informou que abriu uma sindicância para apurar os fatos.

Polícia investiga morte de bebê após denúncia de pai sobre corte suspeito no PR Polícia investiga morte de bebê após denúncia de pai sobre corte suspeito no PR Revisado by CM on quarta-feira, junho 21, 2017 Classificação: 5

Postagem em destaque

SEJA UM OPERADOR DE COLHEITADEIRA: VAGAS LIMITADAS