Primeira arma a laser entra em operação na marinha americana

Após anos de testes em laboratório, a primeira arma a laser operacional da história já faz parte do arsenal da marinha americana. Acoplado ao navio USS Ponce, a LaWS (Laser Weapon System), realiza patrulhas por vezes em águas hostis, no Golfo Pérsico.

As vantagens a outras armas convencionais utilizadas em operações militares são impressionantes. O LaWS tem o disparo 50 mil vezes mais veloz que um míssil balístico de ponta.

Além disso a arma é muito versátil e pode ser usada contra embarcações, aviações e tropas inimigas no solo. E a precisão também é muito maior em relação a armas convencionais, já que seus disparos não sofrem interferência de variáveis tais como o vento, distância e movimento do alvo.

"Eu posso mirar num ponto particular do alvo, e desabilitá-lo ou destruí-lo se necessário" afirmou o capitão da embarcação, Christopher Wells, em entrevista à CNN.

Além destas vantagens o sistema ainda é muito mais barato que as armas utilizadas convencionalmente. O LaWS custa US$ 40 milhões, é ligado a uma fonte de energia elétrica e não têm grandes gastos com munição, sendo que cada disparo custa menos de um dólar.
Primeira arma a laser entra em operação na marinha americana Primeira arma a laser entra em operação na marinha americana Revisado by CM on quinta-feira, julho 20, 2017 Classificação: 5

Postagem em destaque

SEJA UM OPERADOR DE COLHEITADEIRA: VAGAS LIMITADAS