Aos poucos presos da delegacia de LEM estão sendo transferidos para o Conjunto Penal de Barreiras

Aos poucos, presos da delegacia de Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia, estão sendo transferidos para o Conjunto Penal de Barreiras. Na tarde desta terça-feira (15), por volta das 13h15, foram transferidos mais 8 presos para o Conjunto Penal.
Restam agora apenas 11 presos na DP de LEM. Eles poderão ser transferidos a qualquer momento. A transferência de hoje foi feita por policiais civis de LEM e teve o apoio da guarda civil municipal.


O presídio foi inaugurado em junho deste ano, mas as obras do local foram concluídas em 2015. 
Conforme a polícia de Luís Eduardo Magalhães, a cadeia da delegacia da cidade, que estava superlotada, tem capacidade para 12, mas estava com 70 presos. Com a transferência, o objetivo é zerar esse número de presos na delegacia. Quem for detido a partir de agora não será mantido na delegacia do município. 

Conjunto Penal

O presídio de Barreiras funciona em um modelo de co-gestão, quando o governo do estado compartilha a administração da unidade com uma empresa privada. A Socializa administra, além da unidade de Barreiras, presídios em Lauro de Freitas, Simões Filho e Vitória da Conquista.
No modelo de co-gestão, o governo é responsável pelas funções de diretor, vice-diretor e coordenação da segurança do presídio. Já a Socializa ficará com cargos de gerência e demais funções. 


Aos poucos presos da delegacia de LEM estão sendo transferidos para o Conjunto Penal de Barreiras Aos poucos presos da delegacia de LEM estão sendo transferidos para o Conjunto Penal de Barreiras Revisado by CM on terça-feira, agosto 15, 2017 Classificação: 5

Postagem em destaque

SEJA UM OPERADOR DE COLHEITADEIRA: VAGAS LIMITADAS