Justiça decreta prisão preventiva de ex-prefeito de Goiatins, diz Ministério Público

A Justiça decretou a prisão preventiva do ex-prefeito de Goiatins Olímpio Barbosa Neto, nesta sexta-feira (25). O pedido foi feito pelo Ministério Público Estadual porque ele responde a vários processos, mas a Justiça não conseguiu localizá-lo para responder pelas suspeitas.

Olímpio Barbosa Neto foi prefeito da cidade entre 2005 e 2008. No início do ano, a Justiça decretou o bloqueio de R$ 211 mil em bens porque o ex-prefeito foi condenado a devolver R$ 105 mil aos cofres públicos, por improbidade administrativa, mas não cumpriu a ordem judicial.

Segundo o Ministério Público, o ex-prefeito responde a várias ações cíveis e criminais por desvio de verbas públicas. "Ele teria autorizado o pagamento de serviços que não foram prestados e de materiais que não foram entregues ao município, apropriando-se posteriormente de parte dos valores e concordando com que empresários também se apossassem das verbas públicas", apontou o MPE.

No pedido de prisão preventiva, o promotor Célem Guimarães Guerra Júnior afirma que Olímpio Barbosa Neto tem informado nos processos que possui endereços em Araguaína e Carolina (MA), mas nunca foi localizado. Para o MPE, o ex-prefeito estaria tentando se esquivar da aplicação da lei penal.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) disse que ainda não recebeu o pedido de prisão.

O G1 não conseguiu contato com o ex-prefeito.
Justiça decreta prisão preventiva de ex-prefeito de Goiatins, diz Ministério Público Justiça decreta prisão preventiva de ex-prefeito de Goiatins, diz Ministério Público Revisado by CM on domingo, agosto 27, 2017 Classificação: 5

Postagem em destaque

SEJA UM OPERADOR DE COLHEITADEIRA: VAGAS LIMITADAS