'A coisa mais fundamental é o diálogo', lembra psiquiatra sobre comportamento suicida

Chega ao fim neste sábado (30) o mês em que é realizada a campanha Setembro Amarelo, dedicada à prevenção ao suicídio. No entanto, é importante que o tema seja lembrado durante todo o ano. De acordo com relatório inédito do Ministério da Saúde, o Brasil registra anualmente uma média de 11 mil casos de suicídio, com tendência ao crescimento. Só nos últimos cinco anos, houve um aumento de 12% no total de casos. 

Em entrevista ao Bahia Notícias, o psiquiatra Lúcio Botelho afirmou que alguns sinais devem ser observados na tentativa de se identificar o sofrimento de pessoas próximas. "Muitas vezes, o comportamento diferenciado passa despercebido, ainda que a pessoa peça ajuda. A gente deve estar atento a alterações de padrões de comportamento. Pessoas que costumavam ter um desempenho social bom e ir bem no trabalho, por exemplo, de repente ficam mais retraídas ou passam a ter atitudes mais impulsivas", pontuou.

A partir da identificação dos sintomas, é importante a busca por auxílio profissional. Ainda assim, o apoio da família e dos amigos é essencial. "É importante que se tenha um acompanhamento para um atendimento psicológico e psiquiátrico. Existem maneiras de atenuar esse tipo de comportamento, desde uma abordagem familiar, tentar contornar ou reestruturar o ambiente familiar desse indivíduo em sofrimento, até o acompanhamento especializado", explicou Botelho. 

O profissional explicou ainda que o tratamento é individualizado para cada paciente, mas o diálogo é fundamental em todos os casos. "Isso é básico para todo mundo. Tratar o assunto com mais clareza e fornecer suporte para essa pessoa em crise", alertou o psiquiatra. "A principal coisa é não desconsiderar aquela queixa. Muitas vezes a pessoa que ouve desconsidera a queixa e minimiza o evento. É importante levar em consideração aquela queixa e acolher, para que essa pessoa fique aberta ao tratamento", acrescentou. 

Com o objetivo de discutir esse grave problema de saúde pública, acontece neste sábado (30) o I Simpósio Espaço Nelson Pires de Prevenção ao Suicídio. O evento acontece das 8h às 17h, no Auditório CEO, localizado no bairro Caminho das Árvores. As inscrições podem ser feitas por meio do telefone (71) 99990-4622 ou e-mail eventos@espaconelsonpires.com.br, no valor de R$ 30.
'A coisa mais fundamental é o diálogo', lembra psiquiatra sobre comportamento suicida 'A coisa mais fundamental é o diálogo', lembra psiquiatra sobre comportamento suicida Revisado by CM on sábado, setembro 30, 2017 Classificação: 5

Postagem em destaque

BOLICHE A MELHOR OPÇÃO EM DIVERSÃO EM BARREIRAS; Strike&Cia próximo ao Cais e Porto

BOLICHE EM BARREIRAS PRÓXIMO AO CAIS , as pistas e games estão todas funcionando. Faça sua reserva. Telefone: 77 3613-0502 | 99998-9112 ...