Conheça os produtos que têm prazo de validade e você nem imaginava

Apesar da maioria dos produtos vendidos em supermercados virem com a indicação de data de validade, ainda existem muitos outros produtos considerados “não perecíveis” não datados. Porém, com o passar do tempo e desgaste, estes produtos vão perdendo a vida útil e podem representar sérios risco à saúde.

Saiba quais os produtos domésticos que você precisa ficar de olho.

Toalhas – As toalhas de banho são o local ideal para o aparecimento de bactérias que muitas vezes não saem na lavagem. Por isso, recomenda-se troca-lás no prazo de 1 a 3 anos.

Escova dos dentes – Além de troca-lás sempre que as cerdas se desgastarem e logo após ter estado doente, o prazo máximo recomendado é de 3 meses.

Travesseiros – A recomendação é trocar a cada 2 ou 3 anos. A prolongação do uso pode ser uma fonte de contaminação por micro-organismos causadores de doenças virais e pulmonares.

Protetor solar – As propriedades que protegem a pele dos raios solares duram em média até 3 anos, podendo variar de marca para marca.

Chinelos – Os chinelos de dedo são ideais para a proliferação de fungos, por isso a indicação de troca-los após seis meses de uso.

Perfumes – Os óleos essenciais dos perfumes têm uma duração média de três anos, quando fechados, e de dois anos se estiverem abertos.

Produtos de limpeza – Qualquer tipo de desinfetante, de um modo geral, começa a perder a sua eficácia ao fim de três meses. O prazo geralmente vai de um a dois anos.

Cosméticos – Sempre vale dar um olhadinha no prazo impresso debaixo dos produtos, mas no geral bases e corretivos duram até 18 meses e delineadores líquidos, apenas 3 meses.

Sutiã – Os sutiãs acabam por perder a elasticidade e capacidade de apoio a partir dos oito meses, dependendo da utilização este prazo pode varias de um a dois anos.

Almofadas – As almofadas acumulam muitos ácaros e tendem a ficar deformadas causando dores no pescoço, por isso o prazo é de dois a três anos.

Bebidas alcoólicas – Fora os vinhos, as bebidas alcoólicas fechadas não sofrem alteração. Já as garrafas abertas começam a sofrer alterações no sabor depois de um ano.

Tênis de corrida – O prazo médio é de um ano ou quando ultrapassa os 500 km, após o desgaste eles sobrecarregam as articulações durante os movimentos da caminhada ou da corrida.

Farinha – A farinha pode ser armazenada no máximo até 12 meses.

Sapatilhas – Os sapatos começam a perder algumas qualidades após cerca de 450 kms percorridos, o que prejudica a proteção aos seus pés.

Esponja cozinha – Por ser o objeto mais contaminado da cozinha, a recomendação é trocar a cada uma semana de uso.

Água sanitária –
A água sanitária perde o efeito muito rápido devido a sua composição química. O prazo é de três meses após aberta e sete meses quando ainda não foi aberta.

Batons – Os batons costumam mudar de consistência depois de dois anos de uso. Dica: se estiverem com cheiro diferente ou textura estranha, melhor não usar mais.

Chupeta – As chupetas devem ser trocadas a cada cinco semanas, pois o látex pode facilita o aparecimento de germes. No geral, o tempo varia entre duas a cinco semanas.
Conheça os produtos que têm prazo de validade e você nem imaginava Conheça os produtos que têm prazo de validade e você nem imaginava Revisado by CM on sexta-feira, setembro 08, 2017 Classificação: 5

Postagem em destaque

SEJA UM OPERADOR DE COLHEITADEIRA: VAGAS LIMITADAS