Juiz diz que vítima de assédio 'acima do peso' ficou 'lisonjeada' - Blog Barreiras Noticias || O Vlog do oeste da Bahia

Juiz diz que vítima de assédio 'acima do peso' ficou 'lisonjeada'

Um juiz do Canadá está sendo muito criticado por fazer observações sobre o peso e a aparência de uma vítima de assédio sexual. O magistrado Jean-Paul Braun, do tribunal de Quebec, também sugeriu que a menina estava “lisonjeada” pela atenção que recebeu do agressor. Ele fez os comentários enquanto presidia o julgamento de um motorista de táxi, acusado de assediar uma passageira de 17 anos em 2015. 

De acordo com o depoimento da vítima, Carlo Figaro tentou beijá-la, lambeu seu rosto e tocou seu corpo dentro do carro. “Poderíamos dizer que ela está um pouco acima do peso, mas ela tem um rosto bonito, hein?”, disse o juiz durante o julgamento, de acordo com uma gravação obtida pelo jornal Journal de Montreal. Ele também falou sobre os diferentes graus de consentimento necessários para abordar alguém, dizendo que para beijar a garota ele precisava de menos consentimento do que para tocá-la de forma indevida. 

Ao final do julgamento, Braun declarou Carlo Figaro culpado pelo crime de assédio sexual. Ainda assim, o ministro da Justiça da província do Quebec afirmou que os comentários foram inaceitáveis e abriu uma queixa judicial contra o magistrado. Esta não foi a primeira vez que o juiz de Quebec foi acusado de fazer observações inapropriadas. Em 2013, ele foi muito criticado por dizer que o caso de um operador de telemarketing que assediou uma mulher de 19 anos e tocou em seus seios não era “o pior crime do século”. (Veja)
Juiz diz que vítima de assédio 'acima do peso' ficou 'lisonjeada' Juiz diz que vítima de assédio 'acima do peso' ficou 'lisonjeada' Revisado by CM on sexta-feira, outubro 27, 2017 Classificação: 5

Postagem em destaque

VIDRAÇARIA GLÓRIA - FAÇA SEU ORÇAMENTO SEM COMPROMISSO

Aqui na Vidraçaria Glória você tem preços promocionais todos os dias, o grande diferencial da Vidraçaria Glória é que você pode fazer o...