Suspeito de executar servidora do MP em Minas Gerais é preso na Bahia - Blog Barreiras Noticias || O Vlog do oeste da Bahia

Suspeito de executar servidora do MP em Minas Gerais é preso na Bahia

Um dos suspeitos de executar uma servidora do Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG) no ano passado foi preso no bairro da Cidade Baixa, em Salvador, para onde fugiu meses após o crime e começou a conviver com uma mulher baiana.

Thiago Rodrigues dos Santos, de 33 anos, teve o mandado de prisão preventiva cumprido, na quarta-feira (15), pela Polícia Civil.

Lilian Hemógenes da Silva, de 44 anos, foi morta a tiros por uma dupla em uma moto, quando saía de casa, no dia 23 de agosto de 2016 em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte (MG). Ela trabalhava na Promotoria de Defesa do Direito das Mulheres do MP-MG.

De acordo com a Polícia Civil baiana, a polícia mineira investiga a motivação do crime e está à procura de mais um homem envolvido na morte de Lilian.

O ex-marido da servidora, o advogado Artur Campos Rezende, foi preso preventivamente em agosto deste ano, suspeito de planejar a morte da servidora para ficar com o patrimônio do casal.

Ainda segundo a polícia baiana, as autoridades de Minas Gerais já foram comunicadas sobre a prisão de Thiago, que se encontra custodiado na carceragem da Polinter, no Complexo Policial dos Barris, em Salvador, à disposição da Justiça. Ele aguarda ser transferido para Contagem, onde responderá pelo crime.

Crime


Segundo as investigações, dias antes do crime, Lílian havia se separado do companheiro, com quem tinha dois filhos. Ela chegou a pedir uma medida protetiva contra ele.

Ainda de acordo com as investigações, o suspeito, que seria o mandante do homicídio, tinha um patrimônio considerável, mas enfrentava problemas financeiros na época do crime. A corporação acredita que, além do patrimônio do casal, ele queria ficar com a pensão que receberia no caso da morte da mulher.

Após o homicídio, o advogado Artur Rezende foi preso, mas foi liberado dois dias depois. Na época, mesmo reconhecendo que havia um relacionamento conturbado entre o casal e que o homem não se conformava com a separação, o juiz responsável pela decisão alegou que não foi encontrada vinculação entre o advogado e os dois suspeitos da execução. De acordo com a defesa de Rezende, ele nega envolvimento com o crime.
Por G1 BA

Suspeito de executar servidora do MP em Minas Gerais é preso na Bahia  Suspeito de executar servidora do MP em Minas Gerais é preso na Bahia Revisado by CM on sexta-feira, novembro 17, 2017 Classificação: 5

Postagem em destaque

Veja dica: COMO EVITAR ASSALTO NO SEU NEGOCIO OU COMERCIO

Resumindo com o uso da Maquininha você diminui o contato direto com dinheiro, o que resulta em mais segurança para o seu financeiro. ...