“Cristãos fofoqueiros fazem o trabalho do diabo”, denuncia pastor - Blog Barreiras Noticias || O Vlog do oeste da Bahia

“Cristãos fofoqueiros fazem o trabalho do diabo”, denuncia pastor

O pastor J. Lee Grady, autor de vários livros de sucesso, está fazendo um apelo para que os cristãos combatam a fofoca nas igrejas. Segundo ele, muitas pessoas utilizam mal os dons, afirmando que tiveram algum tipo de “revelação”, que acaba sendo apenas fofoca, e isso prejudica o corpo de Cristo. Lembrando que, em algumas situações, ocorrem divisões dentro de igrejas e ministérios por comentários maldosos ou acusações infundadas. 

Em outros casos, as pessoas tentam disfarçar os fuxicos como algo “espiritual”, chamando isso de “pedido de oração”, mas não existe um respaldo bíblico para essa atitude. “Lembre-se de que o diabo é que é chamado de acusador. Satanás é chamado de ‘o acusador de nossos irmãos’ em Apocalipse 12:10, pois faz suas acusações contra nós ‘dia e noite’. Portanto, não deve ser surpresa se o vermos usando isso para colocar os cristãos uns contra os outros. Se nossos corações não estiveram cheios do amor de Deus, podemos acabar fazendo o trabalho do demônio em seu lugar”, lembrou o pastor. Apontando para vários ensinamentos bíblicos sobre a guerra espiritual de todo cristão, ele afirma: “Nunca se alinhe com o acusador. 

Certifique-se de que em seu coração não há espaço para a falta de perdão, o ciúme e o ódio, para que não acaba sendo um ajudador do diabo”. Entre os pedidos de Grady está: “Nunca repita algo negativo que você ouviu sobre outra pessoa, sem procurá-la para saber o que está acontecendo. Infelizmente, gostamos de ouvir coisas negativas sobre os outros porque nos dá a impressão que somos mais ‘justos’. Alimenta nossa carne. Lembrem-se que Provérbios 26:22 diz ‘As palavras do caluniador são como petiscos deliciosos; descem saborosos até o íntimo’”.

O pastor sugere que a melhor opção é evitar conversas negativas: “Afaste-se de quem gosta de provocar contendas. Diga aos bisbilhoteiros que você não vai ouvir suas acusações”. Obviamente, argumenta, existe uma diferença entre fofoca e o confronto do pecado. Por isso, os cristãos deveriam ser cuidadosos em espalhar histórias sem ouvir os dois lados e muito menos falar sobre isso nas mídias sociais, pois as coisas podem facilmente sair do controle. “Quando você ouvir algo negativo sobre alguém, ore em vez de julgar”, aconselha Grady. Para ele, existem tantas recomendações na Bíblia sobre o assunto que ninguém pode dizer que “não sabia”. 

O pastor Grady não tem dúvidas que ao verem coisas erradas, os cristãos devem procurar a pessoa e tentar resolver, caso não seja possível, então levem a questão para ser debatida pela congregação, sem que isso seja uma questão pessoal, conforme Mateus 18:15-17. Ele finalizou seu argumento lembrando de Tiago 4:11: “Irmãos, não falem mal uns dos outros. Quem fala contra o seu irmão ou julga o seu irmão, fala contra a Lei e a julga. Quando você julga a Lei, não a está cumprindo, mas está se colocando como juiz”. Conforme ensina o pastor, a palavra traduzida como “falar mal” é o termo grego “katalalew”, que literalmente significa “incriminar” ou “prejudicar sua reputação”. Portanto, quem transmite um fuxico, mesmo que ache estar fazendo algo bom, acaba dando munição para Satanás, o maior interessado em prejudicar a reputação dos crentes diante do mundo. Com informações Charisma News
“Cristãos fofoqueiros fazem o trabalho do diabo”, denuncia pastor “Cristãos fofoqueiros fazem o trabalho do diabo”, denuncia pastor Revisado by CM on quarta-feira, janeiro 24, 2018 Classificação: 5

Postagem em destaque

Benefícios do Mel

Além de ser utilizado como adoçante natural, o mel também pode ser usado para fortalecer o sistema imunológico, melhorar a capacidade dig...