Brasileira que provou elo entre zika e microcefalia vence prêmio - Blog Barreiras Noticias || O Vlog do oeste da Bahia

Brasileira que provou elo entre zika e microcefalia vence prêmio

A epidemologista Celina Turchi, da fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), é a vencedora do Prêmio Péter Murányi 2018. A pesquisadora coordenou o primeiro estudo a demonstrar a associação entre o zika vírus e os casos de microcefalia em bebês. O trabalho da Fiocruz foi um dos três finalistas e levou o troféu após análise de um júri científico, que também contou com a contribuição de representantes de vários setores da sociedade. 


A zika, vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, memso vetor da dengue, alarmou o país nos últimos anos por causa da ligação com os casos de microcefalia em bebês filhos de mulheres que tiveram zika durante a gravidez. No entanto, ninguém conseguia explicar a associação. De acordo com o site da revista Saúde, Celina capitaneou o estudo de caso, inédito no mundo, que confirmou o papel da zika, e não de outros fatores, como indutor de alterações no sistema nervoso dos bebês em desenvolvimento. 

Graças à sua pesquisa, feita em ritmo muito mais acelerado que qualquer outro estudo, considerando a urgência da situação, ficou confirmado que ao infectar gestantes, o vírus estava por trás dos casos de microcefalia. A cientista receberá a premiação de R$200 mil da Fundação Péter Murányi, instituição paulista que reconhece projetos relevantes e inovadores nos campos da ciência, saúde e educação.

Barreiras Notícias/Bahia Notícias
Brasileira que provou elo entre zika e microcefalia vence prêmio Brasileira que provou elo entre zika e microcefalia vence prêmio Revisado by Oeste Politica on sábado, fevereiro 10, 2018 Classificação: 5

Postagem em destaque

VIDRAÇARIA GLÓRIA - FAÇA SEU ORÇAMENTO SEM COMPROMISSO

Aqui na Vidraçaria Glória você tem preços promocionais todos os dias, o grande diferencial da Vidraçaria Glória é que você pode fazer o...