Vítima de golpe, empresária do TO descobre financiamento de caminhonete e dívida de R$ 82 mil feita em São Desidério/BA - Blog Barreiras Noticias || O Vlog do oeste da Bahia

Vítima de golpe, empresária do TO descobre financiamento de caminhonete e dívida de R$ 82 mil feita em São Desidério/BA

 Eloisa Figueiredo teve seus dados usados por criminosos, em um financiamento registrado na Bahia. Delegado explica como a quadrilha age. Vítima de golpe descobre dívida de mais de R$ 80 mil


Vítima de um golpe, a empresária de Palmas Eloisa Figueiredo descobriu, da noite para o dia, uma dívida de R$ 82.128,48. O valor diz respeito ao financiamento de uma caminhonete feito em agosto do ano passasdo, em São Desidério (BA). Mas ela garante que não comprou veículo e nunca foi a essa cidade.

Eloisa conta que foi informada da dívida por telefone, em outubro do ano passado. "[Eles disseram]: 'Não, dona Eloísa, eu não estou te ligando para te oferecer um produto, só estou te ligando para comunicar que a senhora tem duas parcelas em atraso e está encaminhando para a terceira'", contou ela.


A dívida foi dividida em 48 prestações, de R$ 1.711. Apesar de já ter acionado a Justiça e registrado o boletim de ocorrência na polícia, o nome da empresária foi negativado por causa do dinheiro que ela garante não dever. "Nunca estive nesse local. A gente espera uma solução imediata", diz.

O delegado Rossílio Correia explicou que os criminosos agem da seguinte forma: conseguem os dados de uma pessoa, como a Eloísa, e falsificam uma CNH usando a fotografia de outra mulher, porém com os dados verdadeiros da vítima. Ele disse que o documento é impresso em uma impressora de excelente qualidade para esconder a falsificação.

Depois, a quadrilha procura um veículo que esteja à venda na internet. Nesse caso, o próprio dono do carro, com o intuito de vendê-lo, fornece fotos do documento do automóvel ao suposto comprador.

Com os dados do veículo e o número do Renavan, o grupo falsifica o DUT/ Recibo do automóvel e faz um reconhecimento de firma.

Depois o grupo envia os dados para o banco. O laranja - neste caso, a falsa Eloisa - vai até uma filial do banco e assina o contrato, bem como indica uma conta para ser creditado o financiamento.

“Em resumo: a senhora Elosia fica com o nome sujo no Serasa, em função do financiamento fraudulento com sua CNH falsa e o dono do carro não pode mais vendê-lo, tendo em vista que ele passa a pertencer ao banco, referente ao financiamento”, explicou Rossílio.

O delegado disse que no ano passado foram presas mais de 40 pessoas no Tocantins suspeitas de participar desse tipo de crime. Ele recomendou que a vítima desse golpe deve procurar a polícia para registrar um Boletim de Ocorrência.

“Depois disso deve ligar no banco do financiamento e fazer uma contestação de fraude, apresentando inclusive seus documentos pessoais ao ser solicitado pelo banco, por e-mail. Posteriormente, o cliente deve ligar no Banco Central e fazer outra reclamação no numero 145”.

Ainda segundo o delegado, o banco que realizou o financiamento analisa a documentação e após comprovar a falsificação realiza a baixa do gravame do veículo supostamente comprado e cancela o contrato no nome da vítima.

Barreiras Notícias/G1 TO/ Via Info São Desidério
Vítima de golpe, empresária do TO descobre financiamento de caminhonete e dívida de R$ 82 mil feita em São Desidério/BA Vítima de golpe, empresária do TO descobre financiamento de caminhonete e dívida de R$ 82 mil feita em São Desidério/BA Revisado by Oeste Politica on quarta-feira, fevereiro 28, 2018 Classificação: 5

Postagem em destaque

VIDRAÇARIA GLÓRIA - FAÇA SEU ORÇAMENTO SEM COMPROMISSO

Aqui na Vidraçaria Glória você tem preços promocionais todos os dias, o grande diferencial da Vidraçaria Glória é que você pode fazer o...