Sindicato oferece R$ 10 mil por informações sobre quem matou delegado​ achado em carro carbonizado na BA - Blog Barreiras Noticias || O Vlog do oeste da Bahia

Sindicato oferece R$ 10 mil por informações sobre quem matou delegado​ achado em carro carbonizado na BA

O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado da Bahia informou, nesta sexta-feira (20), que oferece uma recompensa de R$ 10 mil para quem fornecer informações sobre quem matou o delegado Marco Antônio Torres, que trabalhava na cidade de Barra da Estiva.

Ele desapareceu após sair para fazer uma viagem com destino a Vitória da Conquista, cidade perto de Barra da Estiva. O corpo de Marco Antônio foi encontrado carbonizado dentro de um carro entre os municípios de Tanhaçu e Anagé, também no sudoeste do estado.

A recompensa, segundo o sindicato, tem o objetivo de colaborar com a equipe de investigação. Ainda não há informações sobre a autoria e motivação do crime, conforme informou nesta sexta a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

“Nossos colegas estão focados e a diretoria do sindicato decidiu oferecer a recompensa por entender que este é mais um mecanismo que pode auxiliar e agilizar as investigações. Temos absoluta confiança na capacidade da equipe de policiais designada”, disse o presidente do sindicato, Fábio Lordello, em nota enviada à imprensa.

O Sindicato dos Delegados de Polícia informou que qualquer denúncia sobre o caso pode ser feita anonimamente através do telefone (77) 98104-1010.

Caso

O corpo do delegado foi encontrado carbonizado dentro de um carro na sexta-feira (13). O veículo estava em uma estrada vicinal, próximo ao povoado de Sussuarana, que pertence ao município de Tanhaçu. Ainda não há informações sobre as circunstâncias da morte do delegado.

Marco sumiu na quinta-feira (12), logo depois que viajou de Barra da Estiva para Vitória da Conquista -- a distância entre as duas cidades é de cerca de 190 km. Ele dirigia uma caminhonete e levava uma motocicleta na carroceria. No entanto, o delegado não chegou ao destino.

Marco Antônio iniciou a carreira de policial em Minas Gerais, onde atuou como investigador. Delegado da Polícia Civil baiana há quase 10 anos, era titular na Delegacia Territorial (DT) do município de Barra da Estiva e substituto da delegacia de Ibicoara. As duas cidades são vizinhas.

A Polícia Civil divulgou que "externa suas condolências aos familiares de Marco Antônio neste momento de grande sofrimento, declarando luto da Polícia Civil da Bahia pela inestimável perda". Disse, ainda, que todos os esforços estão sendo empregados no sentido de identificar o responsável pelo crime.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) informou que determinou apuração rigorosa do caso e que vem prestando apoio aos familiares do delegado.

O corpo do delegado Marco Antônio foi sepultado na cidade mineira de Governador Valadares, no sábado (14).


Sindicato oferece R$ 10 mil por informações sobre quem matou delegado​ achado em carro carbonizado na BA  Sindicato oferece R$ 10 mil por informações sobre quem matou delegado​ achado em carro carbonizado na BA Revisado by CM on sábado, abril 21, 2018 Classificação: 5

Postagem em destaque

Benefícios do Mel

Além de ser utilizado como adoçante natural, o mel também pode ser usado para fortalecer o sistema imunológico, melhorar a capacidade dig...