Santa Gertudes: Na cidade mais poluída do Brasil, a escolha entre saúde ou progresso - Blog Barreiras Noticias || O Vlog do oeste da Bahia

Santa Gertudes: Na cidade mais poluída do Brasil, a escolha entre saúde ou progresso

O pôr-do-sol em Santa Gertrudes, uma pequena cidade a 175 quilômetros de São Paulo, é conhecido por sua beleza, quando tons vermelhos, alaranjados e cor-de-rosa cobrem o horizonte. Mas o efeito do entardecer tem uma origem nada espetacular: Santa Gertrudes é o município com o pior nível de poluição do ar do Brasil, de acordo com dados do relatório de 2016 das Nações Unidas.


A Rodovia Bandeirantes separa, de um lado, o maior polo produtor de telhas e cerâmicas das Américas e, do outro, bairros residenciais às margens da estrada.

Em períodos de estiagem, faz parte da rotina dos moradores de Santa utilizar nebulizadores em casa e toalhas molhadas para umidificar os ambientes. Garganta coçando, olhos secos, rinite alérgica e crises de asma são reclamações de quem procura os serviços de saúde da região.

Os santa-gertrudenses são obrigados a varrer suas casas várias vezes ao dia para limpar o pó acumulado e, à noite, muitas vezes parece que não há sequer estrelas no céu.

"Não tem como evitar o pó", afirma o técnico de maquinaria Nelson Rodrigues, 53 anos, enquanto esperava para ser atendido no hospital municipal.

Há 7 anos na cidade, Rodrigues sente que sua saúde se deteriorou consideravelmente nesse período. "Minha cabeça está pesada. Sinto falta de ar", conta.

Eu não tenho mais olfato. Não sinto mais cheiro de nada. E é por causa do pó, da poluição.

Geraldo e Terezinha de Castro moram há 16 anos em Santa Gertrudes. Natural de Araras (SP), o casal de idosos sofre com o tempo seco e a poeira da região. Como estratégia para minimizar os efeitos do pó, dona Terezinha faz inalação diariamente e seu Geraldo foge da cidade aos fins de semana para pescar.

'Estamos trocando saúde por dinheiro'

A pequena cidade de cerca de 25 mil habitantes deve a sua subsistência aos ricos depósitos de argila que existem na região. A exploração dessa matéria-prima é feita por 29 fábricas que tornam Santa Gertrudes a "capital da telha". Direta ou indiretamente, a argila sustentou a economia da cidade por gerações.

A poluição do ar é um subproduto da extração de argila, do transporte e da produção da cerâmica. Muitos moradores e o próprio Estado enxergam a poluição como um risco mais aceitável, tendo em vista a convivência prolongada com o problema. É o preço a ser pago por uma fonte de renda estável para muitos na região.

Só em 2016, a poluição do ar causou 6,1 milhões de mortes no mundo, de acordo com o Instituto de Métricas e Avaliação de Saúde da Universidade de Washington. No Brasil, o Ministério da Saúde afirma que 49 mil pessoas morrem por doenças relacionadas à qualidade do ar todos os anos. Elas respiram pequenas partículas que podem levar a doenças pulmonares crônicas e infecções respiratórias agudas, câncer de pulmão, doenças cardíacas e derrames.

"Estamos trocando a nossa qualidade de vida por dinheiro — e quem está pagando essa conta é o setor de saúde", explica o médico e patologista Paulo Saldiva, professor da faculdade de medicina da USP (Universidade de São Paulo).

"A poluição do ar afeta mais severamente os pobres, além das crianças e dos idosos. Não é somente uma questão de saúde pública, mas também um dos direitos humanos mais fundamentais", defende Saldiva, que faz parte do comitê da OMS (Organização Mundial da Saúde) responsável por estabelecer padrões de qualidade do ar no Brasil.
Santa Gertudes: Na cidade mais poluída do Brasil, a escolha entre saúde ou progresso Santa Gertudes: Na cidade mais poluída do Brasil, a escolha entre saúde ou progresso Revisado by Oeste Politica on segunda-feira, junho 11, 2018 Classificação: 5

Postagem em destaque

Benefícios do Mel

Além de ser utilizado como adoçante natural, o mel também pode ser usado para fortalecer o sistema imunológico, melhorar a capacidade dig...