Mulheres negras ou pardas são apenas 3% de todos prefeitos, aponta estudo - Blog Barreiras Noticias || O Vlog do oeste da Bahia

Mulheres negras ou pardas são apenas 3% de todos prefeitos, aponta estudo

Nesta quarta-feira (25), se comemora o Dia da Mulher Negra Latina e Caribenha, mas quando se fala em representatividade das mulheres negras na política brasileira, a realidade é preocupante. Um levantamento realizado pela Confederação Nacional de Municípios e divulgado pelo HuffPost Brasil mostrou que das 649 prefeitas eleitas em 2016, apenas 10 são negras e 174 pardas. 


Os dados apontam que as mulheres negras e pardas representam apenas 28,3% nas prefeituras do país. Das 649 prefeitas eleitas para 5.568 municípios, 459 se declararam brancas (70,7%), 174 pardas (26,8%), 10 negras (1,5%), 5 amarelas (0,7%). A chefe do Executivo em marcação, na Paraíba, Eliselma Silva de Oliveira (PDT), foi a única que se declarou indígena. De acordo com o estudo, a participação de mulheres negras na política nacional e subnacional ainda é extremamente reduzida, assim como a de indígenas. Sobre essas mulheres incide uma dupla discriminação, a racista e a sexista. 

O Movimento Mulheres Municipalistas (MMM), criado pela CNM em 2017 cruzou bases de dados dos registros de candidatos e eleitos a prefeitos e vereadores, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), referentes às eleições municipais de 2016 para a conclusão do mapa. Segundo o Huff Post, a falta de uma legislação sobre aspectos raciais no âmbito eleitoral são fatores que corroboram para esse cenário.
Mulheres negras ou pardas são apenas 3% de todos prefeitos, aponta estudo Mulheres negras ou pardas são apenas 3% de todos prefeitos, aponta estudo Revisado by Oeste Politica on quinta-feira, julho 26, 2018 Classificação: 5

Postagem em destaque

Benefícios do Mel

Além de ser utilizado como adoçante natural, o mel também pode ser usado para fortalecer o sistema imunológico, melhorar a capacidade dig...