Senado argentino rejeita legalizar aborto; projeto só poderá ser reapresentado daqui um ano - Blog Barreiras Noticias || O Vlog do oeste da Bahia

Senado argentino rejeita legalizar aborto; projeto só poderá ser reapresentado daqui um ano

Após uma sessão que começou às 9h30 da manhã de quarta-feira (8) e se encerrou somente às 2h44 da madrugada desta quinta (9), o Senado da Argentina rejeitou nesta quarta-feira (8) projeto que propunha a legalização do aborto no país, por 38 votos a 31. Foram registradas uma ausência e duas abstenções.


Para avançar, era necessário que a maioria simples, 37 dos 72 senadores, tivesse aprovado o projeto.

Com a rejeição da proposta, a legislação do país segue como está: o aborto é crime e pode ser punido com até quatro anos de prisão. As exceções são gravidez decorrente de estupro, ou quando a mãe corra risco de morte.  

Agora, o projeto só poderá ser reapresentado para apreciação dos legisladores argentinos daqui um ano. 
Há porém, uma alternativa diante da vitória do "não": os senadores que defendem a legalização podem pedir o debate da iniciativa da parlamentar Lucila Crexell (MPN), que despenaliza o aborto até a 12ª semana de gravidez. Lucila foi uma das senadoras que se absteve na votação desta quinta.

Festa e resignação

Com o resultado, os grupos denominados "pró-vida", que adotaram lenços azuis como símbolo contra o aborto, festejaram com fogos de artifício. Os grupos feministas, com lenços verdes a favor da legalização, mantiveram silêncio e resignação.

Famílias e clérigos usando bandanas azuis festejaram do lado de fora do Congresso quando o resultado foi anunciado pouco antes das 3h da manhã, balançando bandeiras da Argentina em apoio ao posicionamento da Igreja Católica contra o aborto no país natal do papa Francisco.
"O que essa votação mostrou é que a Argentina ainda é um país que representa valores de família", disse a ativista antiaborto Victoria Osuna, de 32 anos, à Reuters.

Defensores do direito ao aborto, carregando bandanas verdes que se tornaram um símbolo do movimento, ocuparam as ruas da cidade até o fim da votação, apesar de forte vento e chuva. Muitos acamparam em frente ao Congresso desde a noite de quarta-feira."Ainda estou otimista. Não foi aprovado hoje, mas será aprovado amanhã, será aprovado no próximo dia", disse a defensora do direito ao aborto Natalia Carol, de 23 anos. "Isso não acabou".

Houve protestos após a votação e confronto com a polícia. Revoltados, alguns manifestantes pró-aborto lançaram garrafas, pedras, paus e até coquetéis molotov contra o cerco policial. As tropas de segurança reagiram com jatos d'água e bombas de gás lacrimogêneo. Houve correria pelas ruas adjacentes ao Congresso.

Projeto foi aprovado na Câmara de Deputados

Aprovado em 14 de junho em votação apertada na Câmara de Deputados do país, por 129 votos a favor, 125 contra e uma abstenção, o projeto ganhou resistência principalmente de setores ligados a igrejas. O papa Francisco se pronunciou publicamente contra.

A proposta rejeitada hoje propunha incluir o aborto nos serviços da saúde pública argentina, oferecido de forma gratuita e sem necessidade de maiores justificativas. Como limitante, não seria permitido realizar aborto após a 14ª semana de gravidez.

A campanha pelo aborto foi marcada por grande polarização na sociedade argentina. Movimentos estudantis e feministas organizaram diversas passeatas às vésperas da votação na Câmara de Deputados, em junho, e fizeram do verde um símbolo do direito de interromper a gravidez. Em resposta, setores religiosos organizaram marchas com o azul-celeste, da bandeira argentina, pedindo defesa das duas vidas - a da mãe e a da criança.

Se tivesse sido aprovada, a Argentina se tornaria o terceiro país da América Latina a permitir a interrupção voluntária da gravidez, depois de Cuba e Uruguai. 

Barreiras Notícias / UOL
Senado argentino rejeita legalizar aborto; projeto só poderá ser reapresentado daqui um ano Senado argentino rejeita legalizar aborto; projeto só poderá ser reapresentado daqui um ano Revisado by Oeste Politica on quinta-feira, agosto 09, 2018 Classificação: 5

Postagem em destaque

VIDRAÇARIA GLÓRIA - FAÇA SEU ORÇAMENTO SEM COMPROMISSO

Aqui na Vidraçaria Glória você tem preços promocionais todos os dias, o grande diferencial da Vidraçaria Glória é que você pode fazer o...