Em 14 meses Petrobras modificou valor dos combustíveis 245 vezes - Blog Barreiras Noticias || O Vlog do oeste da Bahia

Em 14 meses Petrobras modificou valor dos combustíveis 245 vezes

Apesar da mudança da política de aumento diários nos combustíveis, nos 14 meses em que essa fórmula ficou em vigor a Petrobras mudou o preço da gasolina em suas refinarias 245 vezes. Os ajustes aconteceram em média a cada dois dias. Das 245 mudanças, 137 foram altas e 108 foram reduções. No período, o litro da gasolina subiu 69,47% nas refinarias. 


O último reajuste foi anunciado pela estatal na terça-feira (4), e levou o valor da gasolina a um novo recorde. O litro subiu em 1,68%, para os atuais R$ 2,207 por litro nas refinarias, depois de um mês praticamente inteiro de altas. Em agosto  foram registrados 11 aumentos e quatro reduções. 

Em nota divulgada após a reunião, a PF diz que o encontro foi marcado “em decorrência da elevação do nível de alerta provocado por evento crítico no decorrer da campanha”, em uma referência ao ataque sofrido pelo candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro.

Participaram do encontro representantes dos candidatos Álvaro Dias (Podemos), Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin. Nenhum representante do PSL compareceu à reunião.

De acordo com a assessoria da PF, desde o início da campanha, todos os presidenciáveis têm à disposição uma equipe de agentes integrados ao pessoal de segurança da campanha, mas só esses pediram o apoio.

Nessa sexta-feira (7), após participar do desfile comemorativo do 7 de Setembro, em Brasília, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse aos jornalistas que o efetivo da PF para a segurança dos candidatos à Presidência da República seria ampliado em até 60%, depois do episódio de quinta-feira (6) envolvendo o candidato do PSL, que foi esfaqueado durante campanha no centro da cidade de Juiz de Fora.

De acordo com o ministro, atualmente 80 agentes da PF fazem a segurança de cinco presidenciáveis que solicitaram o serviço, previsto em resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a partir do momento em que as candidaturas são oficializadas nas convenções eleitorais. Apesar da previsão, ressaltou Jungmann, a proteção não é automática e precisa ser solicitada pelas campanhas. Além de Bolsonaro, a PF faz a segurança de Alvaro Dias (Pode), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckimin (PSDB) e Marina Silva (Rede).

Barreiras Notícias / Agência Brasil
Em 14 meses Petrobras modificou valor dos combustíveis 245 vezes Em 14 meses Petrobras modificou valor dos combustíveis 245 vezes Revisado by Oeste Politica on domingo, setembro 09, 2018 Classificação: 5

Postagem em destaque

Benefícios do Mel

Além de ser utilizado como adoçante natural, o mel também pode ser usado para fortalecer o sistema imunológico, melhorar a capacidade dig...