quarta-feira, setembro 19, 2018

O médico e a namorada acusados de usar 'aparência e charme' para drogar e estuprar centenas de mulheres


"Todos já ouvimos falar de um lobo em pele de cordeiro."

Foi assim que as autoridades da Califórnia descreveram um cirurgião e a namorada acusados ​​de dois crimes sexuais - embora os investigadores suspeitem que possa haver "centenas" de vítimas.

Grant William Robicheaux, de 38 anos, e Cerissa Laura Riley, de 31 anos, supostamente atacaram duas mulheres que conheceram em um bar e um restaurante em 2016.

    "Acreditamos que os acusados ​​usaram sua boa aparência e charme para diminuir as inibições de suas possíveis presas", disse Rackauckas à KTLA-TV.

Os promotores disseram ainda à BBC que "milhares e milhares" de vídeos de possíveis vítimas foram encontrados nos telefones dos suspeitos.

Os investigadores estão tentando agora identificar as mulheres que aparecem nas imagens.

De acordo com Rackauckas, as mulheres parecem estar drogadas no vídeo.

"Há vários vídeos em que as mulheres parecem estar altamente embriagadas, além da capacidade de consentir ou resistir, e mal respondem às investidas sexuais dos acusados."

"Com base nessa evidência, acreditamos que pode haver muitas vítimas não identificadas por aí", acrescentou.

Curta nossa Fan-Page

Postagem em destaque

PARABÉNS SÃO DESIDÉRIO