Preço da gasolina na refinaria caiu desde setembro, mas e na bomba? - Blog Barreiras Noticias || O Vlog do oeste da Bahia

Preço da gasolina na refinaria caiu desde setembro, mas e na bomba?

A Petrobras baixou mais uma vez o preço médio da gasolina nas refinarias em todo o País. A redução foi de 0,7% e entra em vigor hoje, passando o valor médio do combustível de R$ 1,6734 para R$ 1,6616 o litro, o menor valor desde 10 de abril (R$ 1,6444). E, embora a estatal venha reduzindo o preço de maneira ininterrupta desde meados de setembro, os preços praticados pelas distribuidoras e postos de combustíveis continuam oscilando em Minas Gerais.


De acordo com o Levantamento de Preços e de Margens de Comercialização de Combustíveis (LPMCC) realizado semanalmente pela Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis (ANP), apesar de os preços terem ficado mais baixos na primeira semana de novembro, oscilaram no decorrer de outubro, com elevações pontuais.

Quando considerados os preços da gasolina no Estado, no período de 4 a 10 de novembro, o valor praticado pelas distribuidoras era de R$ 4,420, enquanto os preços nos postos eram de R$ 4,906. Em ambos os casos, os valores estavam menores do que os praticados uma semana antes (período de 28 de outubro a 3 de novembro). No caso das distribuidoras, o preço médio da gasolina era R$ 4,510 e ao consumidor, R$ 4,952.

Já no intervalo de 21 a 27 de outubro, o preço médio da gasolina junto às distribuidoras, segundo a ANP, era de R$ 4,545 e ao consumidor, de R$ 4,969. Estes valores mostraram aumento em relação à semana anterior (14 a 20 de outubro), uma vez que foram de R$ 4,558 e R$ 4,959, respectivamente.

Além da gasolina comum, a apuração semanal abrange também os preços do etanol hidratado combustível (álcool etílico hidratado combustível – AEHC), óleo diesel não aditivado, óleo diesel S-10, gás natural veicular (GNV) e gás liquefeito de petróleo (GLP – botijão de 13 quilos). Ao todo são pesquisadas 459 localidades em todo o País.

O preço médio do diesel junto à Petrobras, por sua vez, segue em R$ 2,1228, sustentado pelo programa de subsídios, lançado pelo governo em junho em resposta à greve de caminhoneiros contra o alto preço do combustível. No caso das distribuidoras e dos postos, os preços mantiveram a oscilação.

Diesel – De acordo com o balanço da ANP, de 4 a 10 de novembro, o litro do diesel saía a R$ 3,379 nas distribuidoras e a R$ 3,739 nos postos. Valores menores que os da semana anterior (28 de outubro a 3 de novembro), quando as cifras eram de R$ 3,462 nas distribuidoras e R$ 3,778 junto aos consumidores.

Estes valores estavam maiores do que os praticados entre os dias 21 e 27 de outubro, pelo menos no caso dos consumidores: R$ 3,772. Junto às distribuidoras, a média ficou em R$ 3,466. Já na semana anterior (14 a 20 de outubro), os preços do diesel eram de R$ 3,454 nas distribuidoras e R$ 3,761 nos postos de combustíveis.

A pesquisa mostrou também que o preço do etanol teve redução junto às distribuidoras e consumidores somente na última semana (4 a 10 de novembro), sendo comercializado a R$ 2,777 e R$ 3,110, respectivamente. Uma semana antes (28 de outubro a 3 de novembro) estes preços eram de R$ 2,799 e R$ 3,122, pela ordem.

Já no intervalo de 21 a 27 de outubro, o valor médio cobrado pelas distribuidoras sobre o litro do etanol estava em R$ 2,797 e pelos postos, de R$ 3,117. Em ambos os casos, os preços eram superiores aos da semana anterior (14 a 20 de outubro): R$ 2,763 e R$ 3,066, respectivamente. 
Preço da gasolina na refinaria caiu desde setembro, mas e na bomba? Preço da gasolina na refinaria caiu desde setembro, mas e na bomba? Revisado by Oeste Politica on quinta-feira, novembro 15, 2018 Classificação: 5

Postagem em destaque

Veja dica: COMO EVITAR ASSALTO NO SEU NEGOCIO OU COMERCIO

Resumindo com o uso da Maquininha você diminui o contato direto com dinheiro, o que resulta em mais segurança para o seu financeiro. ...