Rapaz de 18 anos torna-se advogado mais jovem a defender caso no STF - Blog Barreiras Noticias || O Vlog do oeste da Bahia

Rapaz de 18 anos torna-se advogado mais jovem a defender caso no STF

Com apenas 18 anos, Mateus Lima Costa Ribeiro tornou-se o advogado mais jovem a defender um argumento na tribuna do Supremo Tribunal Federal (STF). Elogiado pelos ministros Edson Fachin, Roberto Barroso e Luiz Fux, o rapaz fez sua sustenção oral na última quinta-feira (8) defendendo como inconstitucional uma lei que proíbe revistas íntimas de patrões a empregados.


Filho de advogados e com dois irmãos na área jurídica, Mateus ingressou no curso de Direito da Universidade de Brasília (UnB) aos 14 anos. Em julho deste ano virou o advogado mais jovem do país após receber da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) sua carteira profissional de trabalho.

Representando o PDT no caso, atraiu os olhares da Corte pela aparência jovial e, trajado da toga, utilizou os 15 minutos destinados aos defensores para se pronunciAR contra a lei estadual do Rio Grande do Sul. Ao fim, agradeceu a oportunidade.

“É com coração tomado profunda emoção que finalizo minha primeira sustentação oral. Para qualquer advogado é uma honra poder falar no mais alto tribunal do país e agradeço a oportunidade que é também um desafio pessoal, já que faço no início da minha trajetória advocatícia aos 18 anos”, disse.

Relator do caso, o ministro Edson Fachin cumprimentou “efusivamente” pela atuação no tribunal “o jovem advogado que consumou pela primeira vez na tribuna fazendo uma sustentação oral que já o coloca no exercício escorreito do mundo da advocacia”. Fux elogiou a postura do rapaz e Barroso afirmou que Mateus parecia “um advogado experiente”.

O caso foi suspenso pelo pedido de vista do presidente da Corte, ministro Dias Toffoli.

Início promissor

Ingressar na universidade aos 14 anos não foi o único feito prodigioso do jovem advogado. Após aprovação no vestibular da UNB, em 2014, precisou de uma liminar na Justiça que o autorizasse a iniciar os estudos no ensino superior e concluir o ensino médio em menos de um dia — para conseguir o diploma, realizou uma prova com todo o conteúdo da vida escolar.

Na faculdade, acumulou matérias e realizou atividades extracurriculares para se formar em quatro anos. Normalmente a duração do curso é de cinco anos, com alguns alunos demandando até oito anos para completarem a graduação.

Aos 11 anos, recebeu convite para estudar no Centro de Jovens Talentos da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Aos 14, no mesmo ano em que foi aprovado no vestibular, foi vencedor de um prêmio da Universidade de Yale, também nos EUA, voltado para os melhores alunos do programa para superdotados.

Em entrevista ao portal G1, o pai de Mateus, João Costa Ribeiro Filho, contou que o rapaz elaborou seu primeiro habeas corpus para escapar de um castigo aos 10 anos de idade. O jovem advogado deu detalhes da brincadeira que, futuramente, tornou-se seu ofício.

“Era para eu ter liberdade de locomoção de ir à sala de TV para assistir ao jogo do Corinthians. Esse habeas corpus foi deferido, graças a Deus. Assisti ao jogo, e o Corinthians foi campeão”, contou. (Com informações do G1 e do Jota)
Rapaz de 18 anos torna-se advogado mais jovem a defender caso no STF Rapaz de 18 anos torna-se advogado mais jovem a defender caso no STF Revisado by Oeste Politica on segunda-feira, novembro 12, 2018 Classificação: 5

Postagem em destaque

Veja dica: COMO EVITAR ASSALTO NO SEU NEGOCIO OU COMERCIO

Resumindo com o uso da Maquininha você diminui o contato direto com dinheiro, o que resulta em mais segurança para o seu financeiro. ...