Homem de 69 anos que queria ficar 20 anos mais novo perde o caso na Justiça - Blog Barreiras Noticias || O Vlog do oeste da Bahia

Homem de 69 anos que queria ficar 20 anos mais novo perde o caso na Justiça

Emile Ratelband, aquele homem de 69 anos que disse que seria justo mudar legalmente a sua idade para ficar 20 anos mais jovem, finalmente teve o seu julgamento. Nesta segunda-feira (3), foi decidido que ele ainda terá 69 anos e que o tempo seguirá seu curso normalmente, como acontece com todo mundo.

No mês passado, Ratelband ganhou atenção internacional quando disse à justiça holandesa que ele não se sentia com 69 anos de idade e que o número o prejudicava na tentativa de marcar encontros pelo Tinder.

Ele se autoproclamou um "deus jovem" e reclamou que, ao mostrar sua idade verdadeira no Tinder, ninguém queria conversar com ele. Em sua fantasia, ao permitirem que ele mudasse sua idade em documentos legais para os 49 anos da idade, sua vida seria facilitada: "com o rosto que eu tenho, estaria em uma posição luxuosa", disse.

Ele também acredita que teria mais oportunidades de emprego caso fosse mais jovem. Ratelband é um palestrante motivacional cujo website o descreve como "um homem que vive um sonho e que nem sabia que tinha um".

Parte do argumento de Ratelband se baseava no fato de a sociedade ter evoluído a um ponto em que é aceitável que alguém mude o nome e gênero e que, portanto, a idade deveria ser parte alterável da identidade de uma pessoa. Durante a audiência nesta segunda-feira, a corte de Arnhem concordou com Ratelband que a idade faz parte da identidade de uma pessoa, mas não faz parte de algo que pode ser alterado legalmente por causa das numeras implicações que surgiriam. Do Guardian:

Em uma decisão escrita nesta segunda-feira, a corte disse que a lei Holandesa designa direitos e deveres com base na idade "como o direito ao voto e a obrigação a ir à escola. Caso a solicitação do Sr. Ratelband fosse atendida, essas exigências de idade se tornariam sem sentido".

Em um comunicado à imprensa, a corte adicionou que "O Sr. Ratelband tem a liberdade de se sentir 20 anos mais jovem do que sua idade real e agir em conformidade".

"A modificação de sua data de nascimento faria com que 20 anos de históricos desaparecessem de registros de nascimentos, mortes, casamentos e parcerias. Isso teria uma variedade de implicações legais e sociais indesejáveis", completa a nota.

A corte também apontou que se o argumento de Ratelband fosse aceito, as pessoas poderiam avançar a idade em 20 anos, burlando requisitos de idade para questões como "o direito de se casar, a possibilidade de beber álcool e dirigir um carro".

O tribunal também apontou que, se Ratelband realmente acredita ser vítima de discriminação por idade, ele possui outros meios legais para que se faça justiça.

Agora, o homem pode atualizar sua descrição no Tinder para incluir detalhes sobre a fama de ser um cara que tem um desconforto enorme com a própria idade e que tentou usar um argumento furado a respeito dos direitos das pessoas transgênero. A insegurança é um afrodisíaco poderoso. 

https://www.msn.com/pt-br/noticias/curiosidades/homem-de-69-anos-que-queria-ficar-20-anos-mais-novo-perde-o-caso-na-justi%c3%a7a/ar-BBQrfIC
Homem de 69 anos que queria ficar 20 anos mais novo perde o caso na Justiça  Homem de 69 anos que queria ficar 20 anos mais novo perde o caso na Justiça Revisado by CM on terça-feira, dezembro 04, 2018 Classificação: 5

Postagem em destaque

Veja dica: COMO EVITAR ASSALTO NO SEU NEGOCIO OU COMERCIO

Resumindo com o uso da Maquininha você diminui o contato direto com dinheiro, o que resulta em mais segurança para o seu financeiro. ...