Especialista em dependência química fala sobre repercussão do caso ‘Fábio Assunção’

Foto: divulgação
O ator Fábio Assunção ganhou os noticiários nos últimos dias, depois de fazer um acordo com a banda La Fúria e com o compositor Gabriel Bartz para que os lucros recebidos com
uma música que leva seu nome e faz alusão ao uso desenfreado de álcool e drogas seja destinado para instituições que tratam dependência química.

A dependência química afeta mais de 200 milhões de pessoas. De acordo com o psicólogo e diretor técnico da Holiste Psiquiatria, Ueliton Pereira, a atitude do ator gera um saldo positivo para o episódio. “Mostra uma maturidade em querer mostrar que existe um problema que precisa ser visto e cuidado de uma forma consciente. A dependência de álcool não é seriamente debatida em sociedade. Esse episódio pode alcançar muita gente e também abrir diversas discussões, levando esse tema à uma discussão mais qualificada e profunda”, destaca Ueliton. 

O especialista comenta que a visão que a sociedade tem sobre o consumo de álcool é cheia de estigmas e frequentemente eles levam à marginalização, criando toda uma trama negativa para com o sujeito e a família. “Não temos uma cultura de que álcool é uma droga e por isso se banaliza o excesso de consumo dele. 
No caso dos memes e da música, foi uma forma de trazer à tona um comportamento desenfreado e mostrar para o público. Acredito que se pegarmos a música e trabalharmos em cima dela para falar sobre a problemática é muito mais interessante e saudável do que proibi-la”, completa Ueliton. Ueliton opina que é preciso tirar a valorização pejorativa e assumir uma postura mais madura de querer falar sobre esse tema, pensar e construir novas possibilidades e meios de trabalhar com a dependência química. (Aratu online)
Especialista em dependência química fala sobre repercussão do caso ‘Fábio Assunção’ Especialista em dependência química fala sobre repercussão do caso ‘Fábio Assunção’ Reviewed by CM on sábado, janeiro 26, 2019 Rating: 5

Postagem em destaque

ACABE COM A INADIMPLÊNCIA DA SUA EMPRESA