quinta-feira, janeiro 31, 2019

Polícia Civil de LEM em conjunto com a PM, Cerrado e PF, desarticula quadrilha

A Polícia Civil de Luís Eduardo Magalhães, sob coordenação do delegado Joaquim Rodrigues, em trabalho conjunto com a Polícia Militar e Setor de Inteligência da Polícia Federal,
efetuou no início desta quarta-feira, 30, por volta das 12h, a prisão em flagrante dede um homem (que utilizava nome falso), e mais outros dois homens, todos pela prática dos crimes de extorsão mediante sequestro (na modalidade tentada), associação criminosa armada, além de falsidade ideológica e uso de documento falso.

As investigações foram iniciadas no início do mês, quando chegaram ao conhecimento do delegado Joaquim Rodrigues informações dando conta da iminência de um suposto sequestro à tesoureira de uma instituição financeira localizada em Luís Eduardo Magalhães, oportunidade na qual foram olvidados esforços e inúmeras diligências investigativas visando apurar a veracidade das informações, chegando-se à identificação do mentor do crime,o qual foi visto por diversas vezes no interior da agência bancária, além de fazer levantamentos da rotina da funcionária alvo do bando, bem como o local onde a mesma residia.

Devidamente monitorado o bando criminoso, foram compartilhadas informações com as mencionadas forças policiais, o que resultou na prisão em flagrante dos referidos indivíduos, os quais confessaram que há alguns dias estavam na cidade fazendo o trabalho de levantamento de informações sobre a rotina da vítima e que iria praticar o crime na modalidade conhecida como “sapatinho”, ou seja, sequestro da família da funcionária da instituição financeira e cobrança de alta quantia em dinheiro, no caso, a quantia de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) como pagamento de resgate e liberação dos familiares.

Após as prisões, em consultas aos sistemas policiais, verificou-se que um deles, se trata de indivíduo dado à prática de condutas criminosas contra instituições financeiras, respondendo por crimes nos Estados de São Paulo, Goiás, Distrito Federal e Piauí, do qual é foragido da Justiça. Já José Francisco, vulgo “Júnior”, possui mandado de prisão preventiva em aberto no Estado do Piauí, local onde já foi preso pela prática dos crimes de roubo a instituição financeira e formação de quadrilha. Por sua vez, um outro acusado, já foi preso pela prática dos crimes de tráfico de drogas, furto de veículo e porte ilegal de arma de fogo.

Durante a ação da polícia, foi localizada e apreendida uma arma de fogo tipo revólver, calibre .38, com 06 (seis) munições intactas, 08 (oito) aparelhos celulares que vinham sendo utilizados pelos flagranteados, 01 (uma) pequena porção de droga do tipo maconha, sendo confessado pelos criminosos que a arma de fogo seria utilizada na prática do sequestro à tesoureira da agência bancária alvo dos criminosos.

Em averiguação no aparelho celular do flagranteado de um deles, mentor do delito em questão, foram verificadas várias gravações que comprovam o envolvimento dele na prática de crimes contra instituições financeiras, inclusive estouro de caixas eletrônicos de algumas agências bancárias.

Barreiras Notícias  /  Blog do Sigi Vilares, DPC Joaquim Rodrigues – DT/Luís Eduardo Magalhães

Curta nossa Fan-Page

Postagem em destaque

PARABÉNS SÃO DESIDÉRIO