ESTUDO COMPROVA QUE O SONO DOS PAIS SÓ VOLTA AO NORMAL APÓS 6 ANOS DO NASCIMENTO DO FILHO

A gente sabe que os pais tendem a dormir (muito!) menos depois que os filhos nascem, principalmente nos três primeiros meses de vida. E prova disso é um estudo da Universidade de Warwick, no Reino Unido, sobre o sono dos pais nos primeiros seis anos das crianças.
Entre 2008 e 2015, o doutor Sakari Lemola acompanhou 2.541 mulheres e 2.118 homens da Alemanha que estavam esperando seu primeiro, segundo ou terceiro filho.

O estudo quantificou o efeito de ser pai nos minutos de sono. Os participantes da pesquisa foram acompanhados por 6 anos e precisavam responder quantas horas dormiram anualmente e dar uma nota até 10 para a qualidade da noite dormida.
Pais x mães

A pesquisa comprovou que as mulheres são as mais afetadas. Elas dormem cerca de 40 minutos a menos a cada noite de sono no primeiro ano de vida da criança em relação ao período anterior à gravidez. Em relação ao primeiro trimestre do bebê, elas tiveram até uma hora de sono a menos. As mães de primeira viagem chegam ter uma queda de 1,7 pontos na qualidade do sono, quando a mãe já tem mais de um filho, essa nota fica perto de 1.

Os homens, segundo estudo, perdem em média, 13 minutos de sono. Esse número não varia em relação à uma idade específica ou ao longo da vida da criança. A pesquisa ainda mostra que o sono dos pais é realmente mais afetado no primeiro trimestre, mas só se normaliza após o sexto ano de vida dos filhos.



ESTUDO COMPROVA QUE O SONO DOS PAIS SÓ VOLTA AO NORMAL APÓS 6 ANOS DO NASCIMENTO DO FILHO ESTUDO COMPROVA QUE O SONO DOS PAIS SÓ VOLTA AO NORMAL APÓS 6 ANOS DO NASCIMENTO DO FILHO Reviewed by CM on quinta-feira, fevereiro 28, 2019 Rating: 5

Postagem em destaque

ACABE COM A INADIMPLÊNCIA DA SUA EMPRESA