sábado, fevereiro 02, 2019

Igreja do Texas identifica mais de 300 padres pedófilos

A Igreja Católica do Texas revelou nesta sexta-feira (2) uma lista com os nomes de mais de 300 padres acusados de cometer abuso sexual contra menores no estado norte-americano.

A medida é mais um dos esforços realizados pela Igreja Católica para dar mais transparências às investigações sobre o escândalo de pedofilia envolvendo o clero que tem abalado a instituição no país e no mundo. De acordo com o documento compilado pelas 15 dioceses do Texas, pelo menos 298 membros do clero têm enfrentado acusações de abusos que remontam à década de 1950.

A Igreja de San Antonio - a maior do estado - lidera a lista com 57 padres acusados de pedofilia, seguida das arquidioceses de Houston (42) e Dallas (31). Entre os casos recentes, há acusações contra dois padres de Houston e San Antonio, que estão sob investigação.

Segundo as autoridades da Igreja, de todos os padres acusados, 172 estão mortos enquanto que o restante foi removido do clero. "A publicação da lista não é o fim de um processo, mas sim um passo ao longo do caminho para uma contabilidade completa de todos os membros do clero que serviram na diocese e que abusaram sexualmente de menores", disse o bispo norte-americano, Mark Seitz.

Para ele, a revelação acontece para "promover a cura e a restauração da confiança na Igreja Católica", que há meses está enfrentando diversos escândalos de pedofilia em todo o mundo, principalmente no Chile, Austrália e Estados Unidos. Entre 21 e 24 de fevereiro, o papa Francisco realizará uma reunião com conferências episcopais do mundo inteiro para discutir os casos. 

Barreiras Notícias  /  ANSA

Curta nossa Fan-Page

Postagem em destaque

Veja dica: COMO EVITAR ASSALTO NO SEU NEGOCIO OU COMERCIO

Resumindo com o uso da Maquininha você diminui o contato direto com dinheiro, o que resulta em mais segurança para o seu financeiro. ...