Após pagar R$ 13 mil em intercâmbio para Irlanda, cantora denuncia empresa que alega falência

Empresa mandou bandeira da Irlanda e outras lembranças antes de anunciar fechamento — Foto: Reprodução/Redes Sociais
Estudantes de Salvador denunciaram a empresa de intercâmbio Time 2 Travel (T2T), após pagarem um curso de inglês, na Irlanda, e receber um comunicado de falência da empresa, que encerrou as atividades sem dar explicações aos clientes.

Uma dessas estudantes é a cantora Maíra Cajé, que começou a pagar o intercâmbio em novembro do ano passado e tinha viagem marcada para setembro desse ano. Ela trancou os estudos para realizar o sonho de morar fora do país e chegou a pagar R$ 13 mil para a empresa.
Empresa comunicou o fechamento pelas redes sociais — Foto: Reprodução/TV Bahia
“Eu escolhi a melhor empresa no mercado, com os melhores feedbacks, então não tinha nenhuma queixa no “Reclame Aqui”, não tinha nenhum comentário negativo. Estava muito empolgada, tinha fechado a escola para poder estudar inglês, trabalhar lá também, comprei a passagem, comprei alguns euros com eles também”, disse Maíra Cajé.

A cantora descobriu que a T2T iria fechar, após um comunicado publicado pela empresa, que não tem escritório em Salvador, nas redes sociais, no dia 17 de junho, três meses antes de viajar para Irlanda.

“Eu comecei a chorar, a primeira semana foi muito difícil, eu tinha muito shows ainda para fazer e tive que me recompor, porque trabalho é trabalho né?”, contou a cantora.
A cantora recebeu o contrato assinado em casa poucos dias antes da nota ser divulgada pela empresa. Segundo Maíra Cajé, a agência mandou uma bandeira da Irlanda de presente e outros lembranças da agência.

Maíra comunicou o caso à um advogado, que entrou com um processo na Justiça.

“A escola que faltava três parcelas para poderem ser pagas, comprei € 600, que foi no valor de R$ 2.700 e a passagem que foi R$ 3 mil, mas graças a Deus está em dia, o bilhete foi emitido, mas fica meio complicado, porque se eu não tenho a carta da escola, como é que eu vou?”, explicou Maíra.



“Estou com um advogado acompanhando o caso e agora é esperar. Esperar pra ver se vai dar certo”, concluiu.

A jornalista Viviane Teixeira também tinha viagem marcada e gastou R$ 4 mil com o curso de inglês. Ela vem tentando entrar em contato com a agência, mas não recebeu respostas.
“Eles desativaram todos os telefones, endereços e funcionários. O meu consultor não responde mais pela empresa, então estamos desamparados”, contou.

O G1 tentou contato com a Time 2 Travel (T2T), mas não obteve resposta. (G1/BA)

Após pagar R$ 13 mil em intercâmbio para Irlanda, cantora denuncia empresa que alega falência Após pagar R$ 13 mil em intercâmbio para Irlanda, cantora denuncia empresa que alega falência Reviewed by CM on terça-feira, julho 09, 2019 Rating: 5

Postagem em destaque

Riachão das Neves: Festa de Sant’Ana foi linda.

A Festa de Sant’Ana foi linda. O público viveu momentos inesquecíveis de alegria e confraternização num evento de paz, feito para tod...